Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Mural de Homenagem a Milton Ozório Moraes

Compartilhar:

Considerado um dos maiores estudiosos em fisiopatologia da hanseníase, o biólogo e pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), Milton Ozório Moraes, faleceu no dia 9 de novembro de 2022, em decorrência de um câncer. Moraes era carioca, filho de Lucia e Milton, pai de Amanda, Bruna, Manuela e Henrique e casado com Daniela. 

Formado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde também fez mestrado, e doutorado em Biologia Celular e Molecular pela Fiocruz, Milton foi pesquisador-titular da Fiocruz, professor-adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), coordenador do programa Inova Fiocruz, como assessor da Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde, e coordenador-geral-adjunto de Educação da Vice-Presidência de Ensino, Informação e Comunicação. No IOC coordenou, entre 2006 e 2010, o Programa de Pós-graduação Stricto sensu de Biologia Celular e Molecular. 

Seu ingresso na unidade se deu em 2002, como pesquisador no Laboratório de Hanseníase. Ali se dedicou a entender a fisiopatologia da doença utilizando uma abordagem multidisciplinar, com ênfase em biologia molecular, genética e imunologia, com contribuições relevantes ao entendimento dos mecanismos genéticos e imunológicos de subversão da resposta imune exercido por micobactérias. 

Veja, neste espaço, homenagens de colegas e Unidades da Fiocruz ao professor, gestor e pesquisador. 

* Com informações do IOC e Agência Fiocruz de Notícias 

Deixe sua mensagem

CAPTCHA
Este campo é para verificar se o formulário está sendo enviado por uma pessoa.

Mural de mensagens

Miltinho. Dizer o quê, nem sei por onde começar e nem sei o que dizer. Os únicos dizeres que me vem à memória é que sempre te admirei em todos os sentidos; que sempre o amei como um filho e que sempre foi notável. Isto não é msg, é reconhecimento em relação a uma pessoa com as qualidades imensuráveis, dignas de vc. Sua subida aos céus foi muito cedo mas, quem somos nos para tentar compreendê-la. Uma coisa é certa, estarás sempre presente em nossos corações - a saudade já vai se apoderando da gente- . Miltinho, esteja vc desse seu abrilhantado céus e que de lá , vc com essa luz perene possa fazer com que cada um de nos tornemo-nos pessoas com mais humanidade, com mais amor ao próximo, com mais compaixão e compreensão. Saudades eternas.
Pedro
qua, 16/11/2022 - 13:16
Prof. Dr e estimado Milton. Deixo registrado minha admiração pela sua competência, singular capacidade de agregar e agradar pessoas e pelas inúmeras vezes que, ao solicitar um apoio técnico, uma orientação ou até mesmo um convite para palestrar você atendeu prontamente e com maestria demonstrou sempre sua generosidade e atitude coletiva. Você esteve aqui em São José do Rio Preto-SP em um evento por mim organizado no Instituto Adolfo Lutz e, imagino que poucos saibam, mas foi convidado em público pelo então diretor de nosso Instituto para compor o time de pesquisadores pois o mesmo ficou perplexo com seu amplo conhecimento na hanseníase e nas inovadoras técnicas moleculares. Saiba que voce deixou impresso neste mundo a sua marca positiva por ser honesto, trabalhador, generoso, integro, competente e amigo. Ficaremos aqui rezando por você para que Nossa Senhora o conduza aos Braços do Pai Celeste e que traga consolo a linda família. Gratidão pela sua amizade e pelo aprendizado. A ciência e todos nós sentiremos sua falta. Seguiremos no exemplo que nos deixou. Susilene Nardi. Pesquisadora Cientifica - Instituto Adolfo Lutz- São José do Rio Preto- São Paulo - Brasil.
Susilene Maria Tonelli Nardi
qua, 16/11/2022 - 11:59
Em nome da minha família, em particular , de minha mãe ELZA CAMPELLO, venho prestar nossas homenagens ao Milton Ozório, Miltinho, como minha mãe sempre o chamou. Na verdade, todas as mensagens aqui postadas nos deixam sem novas palavras, nos restando apenas ratificar sua importância para CIÊNCIA do nosso País, atuando não só como um profissional obstinado e brilhante, mas também como um ser humano de primeira. Nosso abraço apertado e amigo a todos os familiares, em especial ao seu pai, Dr. Milton, amigo de longa data e , talvez, aquele em que ele se inspirou para ser esse ser humano que todos já citaram por aqui. Que Deus o receba com todo seu amor e console cada coração que lamenta sua partida.
CARLA CAMPELLO
qua, 16/11/2022 - 11:46
Todo nosso reconhecimento ao cientista e ao ser humano ímpar, ao líder de uma equipe firme e entusiasmada, que conduzirá o seu legado. Foi sensacional termos a oportunidade de trabalhar com Milton, uma honra sem tamanho. Toda nossa solidariedade aos amigos e família.
Raquel Aguiar - Depto de Jornalismo e Comunicação do IOC
qua, 16/11/2022 - 11:11
Professor Milton, Muito obrigada por todo o apoio, ensinamento e contribuição na Ciência mundial e de Manaus, em particular! Talvez você não tivesse a dimensão da sua grandeza e importância, mas eu vou te falar, Prof querido: Prof, você foi gigante! Você é gigante! Você continuará sempre aqui! Muito obrigada por tudo e por tanto! Um grande abraço nos filhos, familiares e amigos do Prof Milton!
Fabíola Rodrigues - Manaus-AM
ter, 15/11/2022 - 20:05

Páginas

Voltar ao topoVoltar