Início do conteúdo

VPAAPS: Ambiente

A Fiocruz, enquanto uma instituição estratégica do Estado Brasileiro em saúde tem ao longo de sua história dedicado atenção especial às relações entre saúde e ambiente e sua interação com as condições socioeconômicas.

No contexto da Rio 92, a competência em saúde e ambiente ganha dimensão institucional, passando a integrar espaços no âmbito da Presidência da Fiocruz, o que possibilitou a indução progressiva de iniciativas neste campo nas diversas unidades, visando enfrentar os novos desafios que se apresentavam. Nesse processo de crescimento e aprimoramento são estabelecidos o Programa de Saúde e Ambiente da Fiocruz e a Câmara Técnica de Saúde e Ambiente, atualmente sob a responsabilidade da VPAAPS.

A compreensão das relações entre desenvolvimento, ambiente e saúde, seja pela ciência, pelo poder público ou pela cidadania, com o sentido de identificar seus processos críticos, é um desafio de forma a possibilitar a elaboração e a produção de instrumentos capazes de articular ações relativas à natureza dessa relação, planejar ações estratégicas e mecanismos para a promoção da saúde. 

 A área de Ambiente atua em um conjunto de agendas estratégicas, que inclui articulação de ações em políticas públicas de saúde e ambiente, bem como com a pesquisa, o ensino e a inovação em saúde, em temas como água, saneamento e saúde; contaminantes químicos e seus impactos na saúde, em especial os agrotóxicos; biodiversidade e Saúde; clima, saúde e cidadania; grandes empreendimentos e impactos sobre a saúde; saúde dos povos e populações do campo, da floresta e das águas; saúde do trabalhador; desastres e saúde;  dentre outros.

 

Como processo de governança da área de ambiente estão as atividades de planejamento participativo e interativo, coordenação da Câmara Técnica de Saúde e Ambiente (CTSA), cooperações intra e interinstitucionais, apoio ao desenvolvimento das unidades técnico-cientificas em saúde e ambiente, sobretudo em pesquisa, ensino, e inovação.

 

Série Fiocruz - Documentos Institucionais - Coleção Saúde, Ambiente e Sustentabilidade

 

A Coleção Saúde, Ambiente e Sustentabilidade inaugura a Série Fiocruz – Documentos Institucionais e foi elaborada pela Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS). A coleção apresenta a trajetória, a produção científica e reflexões da área de Saúde, Ambiente e Sustentabilidade no âmbito da Fiocruz, em torno dos temas definidos em seu programa institucional, e se destina à sua própria comunidade científica e a instituições externas, a pesquisadores e ao conjunto da sociedade brasileira.

 

Alinhada à missão institucional, a coleção tem como objetivos contribuir para a produção, disseminação e compartilhamento de conhecimentos e tecnologias em Saúde, Ambiente e Sustentabilidade (SA&S), voltados para o fortalecimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS), a promoção da saúde e da qualidade de vida da população brasileira; e consolidar o Programa Institucional de Saúde, Ambiente e Sustentabilidade da Fiocruz, como processo estratégico, a partir da sistematização dos conteúdos deste campo.

 

A organização dos volumes, e sua construção, contou com ampla participação da comunidade científica da Fiocruz e convidados, reunindo o conjunto de conhecimentos e de diferentes aspectos relacionados aos temas. A coleção é resultado da contribuição de mais de duzentos pesquisadores. A metodologia utilizada ao longo desse processo possibilitou maior integração e articulação dos diversos campos de atuação. Nos volumes, foram respeitadas as singularidades de cada área, possibilitando o exame concomitante da obra como um todo e de suas especificidades.

 

Para download:

 

Capa da Coleção Saúde, Ambiente e Sustentabilidade

 

Volume 1. Histórico e Governança

 

Volume 2. Agrotóxicos e Saúde

 

Volume 3. Biodiversidade e Saúde

 

Volume 4. Clima, Saúde e Cidadania

 

Volume 5. Grandes Empreendimentos e Impactos sobre a Saúde

 

Volume 6. Saneamento e Saúde

 

Volume 7. Saúde dos Povos e Populações do Campo, da Floresta e das Águas

 

Volume 8. Saúde do Trabalhador

 

Veja mais

Voltar ao topoVoltar