Início do conteúdo

Populações vulneráveis

Uma importante frente de atuação da Fiocruz na pandemia por Covid-19 vem sendo seu trabalho envolvendo as populações vulneráveis, como os moradores de favelas e as populações indígenas. Nessa área do especial sobre o Novo Coronavírus reunimos informações sobre diversas ações da Fundação nesse sentido.

Uma delas é a campanha 'Se liga no corona', de comunicação comunitária em favelas; outra é a chamada pública que vai financiar ações locais de enfrentamento da pandemia comandadas por organizações e coletivos das favelas; e uma terceira iniciativa é o selo 'Fiocruz tá junto', direcionado à validação dos conteúdos de materiais de comunicação produzidos por esses grupos. 

Também disponibilizaremos notícias sobre os relatórios do grupo de trabalho formado por pesquisadores da Fiocruz e da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que estuda o impacto da Covid-19 sobre os povos indígenas e sugere estratégias de redução desse impacto.
 

Situação da Covid-19 nas favelas

 

Segunda edição da nova publicação da Fiocruz apresenta análise dos números da doença nas comunidades mais vulneráveis. Faça o download da publicação!

 

 

O informativo Radar Covid-19, Favelas é produzido com base o monitoramento ativo (vigilância de rumores) de fontes não oficiais nas favelas do Rio de Janeiro. A oitava edição da publicação foi lançada março de 2021. Confira na íntegra! 

 


Saúde dos idosos

Produtos e materiais informativos e de promoção à saúde dos idosos no contexto da pandemia de Covid-19

 

Registros de vivências brasileiras

Iniciativa acolhe produções audiovisuais de todo o Brasil para registrar as muitas vivências nacionais sobre a pandemia.

 

Coronavírus - Se liga no corona

Fiocruz lança campanha de comunicação contra Covid-19 em favelas com organizações comunitárias

 

Coloque o selo da Fiocruz em seu material

Organização ou coletivos que atuam em favelas podem enviar suas peças de comunicação para serem aprovadas por especialistas da Fiocruz e receberem o selo 'Fiocruz tá junto'.

 

Situação da Covid-19 nas favelas cariocas

Situação da Covid-19 nas favelas

 


Voltar ao topoVoltar