Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Poli apresenta propostas dos candidatos à presidência para Saúde, Educação e Trabalho


02/09/2022

Fonte: EPSJV/Fiocruz

Compartilhar:

Democracia - Eleições 2022
Em outubro deste ano, 156 milhões de brasileiras e brasileiros estarão aptos a irem às urnas. Desde 2010, a Revista Poli dedica suas páginas à divulgação das propostas dos candidatos à Presidência nas áreas de saúde, educação e trabalho. No entendimento de que o debate político democrático integra a concepção de comunicação pública que orienta a produção jornalística da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), a nova edição da Revista Poli cumpre novamente essa função. 

As eleições de 2022 acontecem em um cenário complexo, marcado por uma explosão no número de pessoas que passam fome no Brasil: 33 milhões, segundo pesquisa recente da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan). Crescimento puxado pela queda no rendimento das famílias devido às altas taxas de desemprego e informalidade e pelo agravamento da crise econômica em meio à pandemia de Covid-19. No momento em que este texto é escrito, a crise sanitária que se arrasta desde 2020 já soma quase 700 mil vítimas no país, e seus efeitos deverão ser sentidos ao longo dos próximos anos. Um deles certamente é na área da educação, impactada diretamente pelo fechamento das escolas durante a pandemia. No ensino médio público, mais especificamente, o retorno às aulas presenciais após quase dois anos de ensino remoto somada à necessidade de cumprimento do cronograma da Reforma do Ensino Médio, que começou a ser implementada em 2022 em boa parte das redes de ensino estaduais, tornam mais complexos os desafios dos próximos gestores. Esse foi o quadro que orientou a formulação das seis perguntas que a Poli enviou aos candidatos à Presidência.

As 12 candidaturas inscritas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ao final do prazo para seu registro foram convidadas. O prazo para o envio das respostas foi o dia 29 de agosto. Ao final do prazo, nove dos 12 candidatos responderam: Jair Bolsonaro (PL), Leonardo Péricles (UP), Luiz Felipe D’Ávila (Novo), Luis Inácio Lula da Silva (PT), Pablo Marçal (Pros), Roberto Jefferson (PTB), Sofia Manzano (PCB), Soraya Thronicke (União), Vera Lúcia (PSTU). Jair Bolsonaro enviou um texto de propostas para a saúde, que foi publicado na íntegra como resposta à uma das perguntas. As demais perguntas não foram respondidas. Já o candidato Roberto Jefferson teve sua candidatura indeferida pelo TSE, em julgamento realizado no dia 1º de setembro, data em que a revista foi para a gráfica, e por isso suas respostas não foram publicadas. Os candidatos Ciro Gomes (PDT), José Maria Eymael (DC) e Simone Tebet (MDB) não responderam.

Além das propostas dos candidatos, a revista traz também conteúdo jornalístico que dialoga com o tema das eleições. O primeiro é uma entrevista sobre a democracia e seus parâmetros. Já na seção ‘O que é, o que faz?’, uma matéria explica a origem e o funcionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), órgão máximo da Justiça Eleitoral e responsável por todo o processo que envolve as eleições, da campanha à posse dos eleitos. Como você verá durante a leitura, a nova edição da revista – que abre o ano de número 15 da Poli, lançada em setembro/outubro de 2008 – também inaugura um novo projeto gráfico para a publicação, com o objetivo de atualizar e tornar mais atraente seu conteúdo.

Boa leitura!
 

Voltar ao topoVoltar