Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Abertas as inscrições para oficinas e minicursos da 2ª Jornada Científica Favelades Universitáries


30/08/2022

Cooperação Social da Presidência da Fiocruz / Fórum Favela Universidade

Compartilhar:

Estão abertas as inscrições para oficinas e minicursos da 2ª Jornada Científica Favelades Universitáries. Com o tema Independências, Descolonização e Territórios, o evento acontecerá do dia 13 ao dia 17 de setembro, em formato híbrido, ou seja, algumas atividades serão presenciais com transmissão ao vivo pelos canais oficiais do Fórum Favela Universidade enquanto outras atividades continuarão totalmente virtuais. Para realizar a inscrição, acesse a página do evento e clique em “Quero participar das atividades”, abaixo do quadro da programação de atividades. O número de vagas é limitado. 

A 2ª Jornada Científica Favelades Universitáries é uma iniciativa que busca promover a divulgação sócio-técnico-científica-cultural de projetos e iniciativas produtoras de conhecimento, conduzidas por moradores e ex-moradores, estudantes universitários e lideranças sociais das favelas e periferias do Estado do Rio de Janeiro. A programação geral do evento engloba simpósios temáticos, mesas redondas, apresentações culturais, minicursos e oficinas, todos gratuitos e abertos ao público interessado nesta temática. 

O evento é realizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A iniciativa também conta com o apoio do Conselho Comunitário de Manguinhos, Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (Ceasm), Museu da Maré, Rede de Empreendimentos Sociais para o Desenvolvimento Socialmente justo, Democrático e Sustentável (REDE CCAP), Diretoria de Acessibilidade da Universidade Federal do Rio de Janeiro (DIRAC) e do Instituto Federal Fluminense (IFF).

Sobre as oficinas e minicursos

• Minicurso As finas costuras literárias que saem das calejadas mãos da classe trabalhadora: a ficção pelo filtro da favelofagia    

Minicurso que situa a literatura como campo estético passível de disputas políticas e, a partir da identificação de uma emergente literatura enegrecida, apresenta como a literatura produzida a partir dos territórios periféricos pode contribuir com as experiências de luta dos grupos sociais historicamente minorizados. No minicurso se buscará trabalhar  com  exemplos de obras ficcionais, analisando a contribuição destas para o pensamento crítico sobre nossa sociedade - não apenas à sociedade brasileira, mas também no mais amplo âmbito de periferia do capitalismo. 

• Minicurso Pedagogias críticas e insurgentes: articulação entre educação popular e escola pública na “defesa” de uma dimensão ampliada de educação

O minicurso oportuniza discussões teórico-políticas sobre espaços formativos e educação popular e decolonial. Aponta a perspectiva de uma dimensão ampliada de educação considerando a relevância dos diversos espaços formativos, sejam eles da educação formal ou não formal, especificamente a articulação entre educação popular e escola pública. As discussões propostas no minicurso visam contribuir na formação e atuação de educadores dos/nos mais diversos contextos educacionais a partir/com pedagogias críticas e insurgentes.

    
• Oficina Gifs de resistores

A oficina busca juntas pensar a intermedialidade arte política, através da escavação da palavra Resistência para a criação de vídeos performances que versem com os significados encontrados durante a escavação da palavra refletindo acerca das relações artes/ território e produção científica, com o intuito de pensar em estratégias criativas para curadoria de obras que dialoguem contemporânea e as produções emergentes em baixa resolução, o processo terá duração de 6 horas divididos em dois dias.    

• Oficina Didática: ABC do Orçamento Público em Nosso Cotidiano    

A Oficina se concretiza pela discussão direcionada sobre o orçamento público e seus impactos no dia a dia das pessoas que residem em aglomerados subnormais , ou seja, em comunidades e/ou favelas urbanas principalmente na Cidade do Rio de Janeiro. A abrangência e a qualidade de serviços públicos de saúde, educação, limpeza urbana e segurança em um território estão diretamente ligadas às prioridades definidas no processo orçamentário do município, do estado e da União, que se expressam na alocação dos recursos em programas estabelecidos.

• Oficina Lima Barreto e a cidade literária

O fio condutor da oficina é o romancista Lima Barreto. Em 2022 comemora-se o centenário da Semana de Arte Moderna, em São Paulo. No entanto, tal movimento esteve em diversas partes do país, a enaltecer os benefícios do progresso, as mudanças na forma de escrever e também de conceber a arte para além dos moldes europeus, mais precisamente franceses a que, enquanto colônia, sempre estivemos submetidos.  O objetivo desta oficina tem uma perspectiva ao avesso da História dominante. 1922 também foi o ano de falecimento do escritor, ano de acontecimento da Semana, porém, Barreto viveu diversas mudanças que culminaram no Modernismo de 22.  

Acompanhe:

Inscrições: https://www.even3.com.br/favela_universidadeii/ 

Instagram

Facebook  

Contato: jornadacientificaffu@gmail.com  
 

 

Voltar ao topoVoltar