Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Novo coronavírus e saúde mental é tema do Conexão Fiocruz Brasília


25/03/2020

Fonte: Fiocruz Brasília

Compartilhar:

Em meio à pandemia mundial do novo coronavírus e dos relatos de populações que já vivem há semanas o isolamento social para evitar aglomerações e conter o avanço da Covid-19, surge outra preocupação com a população e os profissionais de saúde brasileiros: como cuidar da saúde mental em um momento como este? O Conexão Fiocruz Brasília desta quinta-feira (26/3), 15h, transmitido nas redes sociais da instituição, abordará o tema O novo coronavírus e a nossa saúde mental, com a presença de especialistas e pesquisadores que orientarão a população sobre cuidados a serem tomados, além de responderem as dúvidas em tempo real.

A transmissão será feita no Canal do Youtube da Fiocruz Brasília. O link também será disponibilizado no Facebook (Fiocruz Brasília) e no Instagram (@fiocruzbrasilia). Na última semana, o Conexão Fiocruz Brasília, nova instância de debates da instituição que possibilita interação digital entre pesquisadores e o público externo por meio das mídias sociais digitais, destacou as certezas e incertezas acerca da pandemia do novo coronavírus, a atuação da Fiocruz e a importância do Sistema Único de Saúde (SUS).  A atividade já foi visualizada por mais de 8 mil pessoas, e contou com a interação do público que enviou mais de 200 perguntas, cujas respostas já estão disponíveis no site da Fiocruz Brasília, em formato podcast e nas redes sociais da instituição.

Para ter acesso aos conteúdos da Fiocruz Brasília e ser informado sobre as próximas transmissões, inscreva-se no canal e ative a notificações. Acesse também a página da Fiocruz Brasília no Facebook e siga a instituição no Instagram (@fiocruzbrasilia). Outras informações também estão sendo divulgadas em formato podcast, nas plataformas de streaming.

Conexão Fiocruz Brasília

Saiba mais no site da Fiocruz Brasília

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar