Início do conteúdo

Como é feito o diagnóstico da microcefalia?

6077
6077
Imagem de topo da página, escrito 'vírus zika: perguntas e respostas', com pequenos desenhos de partes do corpo

Como é feito o diagnóstico da microcefalia?

26/01/2016
Compartilhar:

A medida mais confiável para avaliar se um bebê tem microcefalia é medir a circunferência da cabeça no momento do nascimento e, novamente, 24 horas após o nascimento. Porém, é preciso observar o momento em que este bebê nasceu, se ele é prematuro, qual é a relação entre a curva do perímetro encefálico, a curva do peso e a curva do comprimento da criança; e também se existe a proporção entre o rostinho do bebê e o crânio. Além disso, é preciso realizar o exame neurológico e muitas vezes no primeiro exame já é possível observar algumas alterações do desenvolvimento desse bebê. Ele é mais durinho do que deveria ser, às vezes é um pouco mais alheio. Estas são situações que ajudam também a fechar esse diagnóstico. Se o diagnóstico de microcefalia for feito, uma equipe multidisciplinar de saúde deve iniciar um processo de acompanhamento e monitoramento da criança. As mulheres grávidas devem comparecer regularmente ao acompanhamento pré-natal e o profissional de saúde recomendará os exames necessários em cada fase da gestação.

 

Fonte: Tânia Saad, especialista do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz); Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS)

Perguntas relacionadas

Imagem de topo da página, escrito 'vírus zika: perguntas e respostas', com pequenos desenhos de partes do corpo

Avalie esta resposta

Voltar ao topoVoltar