Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

04/09/2019

VideoSaúde divulga a programação de setembro

Mulher com bebê no colo

Fonte: Icict/Fiocruz

As experiências vividas por mães brasileiras são destaque na programação da VideoSaúde em setembro. O parto na voz das parturientes, uma das produções exibidas, busca assegurar o protagonismo das mulheres nas narrativas do parto, mostrando suas expectativas e inseguranças. Já o vídeo Salas de apoio à amamentação tem como foco o retorno da mulher ao trabalho, durante o processo de aleitamento.

Outros dois vídeos vão relatar as dificuldades causadas pela dependência química. Em Pedras no caminho, o foco são as experiências de dependentes químicos, suas fragilidades e a difícil rotina e luta diária contra as drogas. O filme Redução de danos destaca como as drogas — legais ou ilegais — afetam a vida dos usuários.

O vídeo Observação lança o olhar sobre o dia a dia do centro da cidade de São Paulo, mostrando as pessoas que se cruzam nessa grande metrópole. 

A animação Xis da Xistose, desenvolvida pela Fiocruz Minas, é uma divertida história que conta as aventuras do menino Maneco e seus colegas que descobrem como dar atenção à saúde. 

O filme Doença Renal Crônica em grupos minoritários -  população remanescente de quilombos mostra o trabalho do Centro de Nefrologia do Hospital Universitário da UFMA com 32 comunidades quilombolas de Alcântara, no Maranhão.

O vídeo Que se lixe o lixo destacará a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o planejamento do lixo gerado. Destaca a gestão adequada dos resíduos.

E, para finalizar, um programa especial, no dia 24/09, com os filmes: Vida de Congo, uma manifestação folclórica da região rural do município de Serra, no ES; e Orquestra de câmara do Palácio Itaboraí: promovendo arte, cultura e saúde, projeto sócio cultural direcionado a jovens estudantes da rede pública de ensino.

O Programa VideoSaúde vai ao ar às segundas-feiras pelo Canal Saúde, com diferentes reprises ao longo do mês.  
Canal Saúde | TV digital 2.4 Rio e Brasília | 62.4 São Paulo | online www.canal.fiocruz.br

Veja a programação 

02/09, segunda-feira, 22h30 – O parto na voz das parturientes | Salas de apoio à amamentação.
O parto na voz das parturientes: Documentário que discute e problematiza experiências vividas no momento do parto. Mulheres relatam suas expectativas, inseguranças e a importância do apoio e orientação. 
Salas de apoio à amamentação: Documentário que aborda as barreiras enfrentadas por mães que trabalham fora e têm que amamentar seus filhos. A amamentação pode e deve ser facilitada.
Reprises:
04/09, quarta, às 22h30;
06/09, sexta, às 22h30;
08/09, domingo, às 21h30.

09/09, segunda-feira, 22h30 – Observação. 
O documentário aborda o dia a dia no centro da cidade de São Paulo. A condição de pessoas que nele moram, vivem, trabalham, e sobrevivem e onde quase tudo é visto mas dificilmente é levado em consideração.
Reprises:
11/09, quarta, às 22h30;
13/09, sexta, às 22h30;
15/09, domingo, às 21h30.

16/09, segunda-feira, 22h30 – Pedras no caminho | Redução de danos
Pedras no caminho: O curta fala sobre a vida de pessoas em busca de autonomia, esperança e cuidado para superarem o vício das drogas. Baseado em relatos de usuários e ex-usuários de crack, aborda a ruína física e mental dos dependentes que iniciam na droga como refúgio para problemas em suas vidas.
Redução de danos: Trata do uso de drogas legais ou ilegais, e como isso afeta a vida sexual dos usuários. A redução de danos trata-se do uso moderado e consciente de entorpecentes que alteram a percepção do indivíduo.
Reprises:
18/09, quarta, às 22h30;
20/09, sexta, às 22h30;
22/09, domingo, às 21h30.

23/09, segunda-feira, 22h30 –  O Xis da Xistose | Doença Renal Crônica em grupos minoritários - população remanescente de quilombos
O Xis da Xistose: Animação com o personagem Maneco, que se muda para uma nova cidade com sua mãe e conhece Zé Pequeté, um amigo da escola. Os dois meninos vão banhar-se numa lagoa considerada enfeitiçada. Dias depois, Maneco adoece. O diagnóstico do médico identifica a xistose. O menino é medicado e, com o ocorrido, fica o aprendizado. 

Doença Renal Crônica em grupos minoritários - população remanescente de quilombos: Documentário que aborda a realidade da população, proveniente de quilombos, de Alcântara, cidade do interior do Maranhão. Para garantir a saúde da população, o projeto Prev Renal, realizado pelo Centro de Nefrologia do Hospital Universitário da UFMA, (que) examina e acompanha pessoas de 32 comunidades para tratamento e monitoramento de diabetes, pressão alta e doenças renais.
Reprises:
25/09, quarta, às 22h30;
27/09, sexta, às 22h30;
29/09, domingo, às 21h30.

30/09, segunda-feira, 22:30 – Que se lixe o lixo
Conta duas trajetórias possíveis para uma folha de papel, desde o momento em que é descartada até o seu destino final. Na primeira trajetória, a folha de papel é descartada sem separação, não passa por coleta, nem recebe destinação adequada. Na sequência, a folha de papel passa por uma trajetória onde existe uma gestão adequada dos resíduos. Seu destino surpreende e encanta o público.
Reprises:
02/10, quarta, às 22h30;
04/10, sexta, às 22h30;
06/10, domingo, às 21h30.

Programa VideoSaúde Especial
24/09, terça-feira, 23h, Vida de Congo | Orquestra de câmara do Palácio Itaboraí: promovendo arte, cultura e saúde
Vida de Congo: Vídeo realizado com e por crianças da banda de Congo Mirim de São Benedito de Santiago, em Serra, ES, durante o período da Festa de São Benedito, em dezembro de 2012. O objetivo é acompanhar o seu cotidiano, uma dimensão do brincante da manifestação folclórica para além da própria imagem do folclore.
Orquestra de câmara do Palácio Itaboraí: promovendo arte, cultura e saúde.  A Orquestra de câmara do Palácio Itaboraí é um projeto socio-cultural direcionado a jovens estudantes da rede pública de ensino que oferece um curso intensivo com aulas teóricas e práticas de música. Apresentar o projeto à sociedade através de depoimentos de alunos, pais, professores e da equipe responsável pela orquestra de câmara do Palácio Itaboraí (OCPIT). 
Reprise:
26/09, quinta, 23h.

Voltar ao topoVoltar