Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Série 'Clínicas da família e SUS' estreia no Futura e no GloboPlay


16/02/2023

VideoSaúde Distribuidora (Icict/Fiocruz)

Compartilhar:

Em uma comunidade especialmente atingida e fragilizada pela violência, pelas dificuldades da vida e por problemas de saúde, usuários e equipe da Clínica da Família Augusto Boal, na zona Norte do Rio de Janeiro, abrem suas vidas e ofícios para falar de resiliência, crises de ansiedade, medos, aprendizados. Revelam diferentes desafios para o Sistema Único de Saúde (SUS). Mas também apontam a importância da resistência, do acolhimento e de práticas inovadoras numa unidade básica de saúde. Eis o dispositivo narrativo de Escutas, um dos documentários da série Clínicas da Família e SUS, uma realização da VideoSaúde e do projeto IdeiaSUS da Fiocruz, que estreia na noite desta sexta-feira (17/2), às 23h, em rede de televisão em cadeia nacional no Canal Futura.  

As rotinas da equipe de saúde, dos moradores do território da Maré, em região conhecida como 'fogo cruzado', são abordadas na perspectiva da atenção integral em saúde e na centralidade da atenção básica como porta de entrada no SUS. A produção toca, ainda, na importância do acolhimento, na troca de experiências, apontando como a questão da saúde mental se posicione como um dos temas centrais da saúde coletiva atualmente. Depoimentos fortes, verdadeiros e potentes ponteiam todo o documentário – que acaba de ganhar também uma versão reduzida com legendas em inglês.

Escutas também já pode ser assistido gratuitamente, depois da estreia no Futura, na Plataforma GloboPlay.

Onde e quando assistir: 
Canal Futura (canal 534 Claro TV; 524 Vivo TV; 434 Sky).
Escutas 
Sexta-feira (17/2), às 23h;
Domingo (19/2), às 4h;
Sexta-feira (24/2), às 2h.

Chamadas de experiências para o IdeiaSUS

Segundo a equipe do projeto, a produção da série Clínicas da família e SUS tem servido para capilarizar e divulgar distintas ações do SUS e seus profissionais. Como mostra a mensagem contando sobre projeto realizado na Paraíba: “Sou Cristiane Cosmo Silva Luis, nutricionista e doutoranda em Ciências da Nutrição, na Universidade Federal da Paraíba-UFPB. Meu orientador é o nutricionista pesquisador Prof. Dr. José Luiz de Brito Alves. O meu projeto de pesquisa está sendo desenvolvido com crianças obesas em escolas municipais de João Pessoa-PB. Realizo a intervenção com as crianças de Educação Alimentar e Nutricional e exercícios físicos, avalio antes e após da intervenção a microbiota intestinal, perfil inflamatórios, consumo alimentar Rec24h, frequência de consumo de alimentos açucarados, gorduras e industrializados e outras variáveis envolvendo a gestação e infância das crianças. O meu projeto faz parte de grande projeto aprovado no Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS). Vi um dos curta metragens da Fiocruz, gostaríamos de fazer algo assim com a nossa pesquisa/ projeto. Vocês poderiam nos fornecer subsídios para realizarmos a filmagem?”.

 

A equipe do projeto VideoSaúde e IdeiaSUS está convocando projetos de todas as regiões do Brasil para relatar suas experiências na Plataforma IdeiaSUS, no intuito de que os relatos fiquem disponíveis e preservados no acervo, criando pontes entre serviços e trabalhadores do SUS para seu fortalecimento e memória. 

Série Clínicas da família e SUS

A série Clínicas da família e SUS, produzida pela VideoSaúde em parceria com o IdeiaSUS, terá vários episódios exibidos pelo Futura nos próximos meses de 2023. Os curta-metragens retratam diferentes ações e ofícios desenvolvidos em clínicas da família no chamado Subúrbio da Leopoldina, no Rio de Janeiro. Em TerritórioRua, uma unidade básica de saúde mostra um caminho de mudança no acolhimento de pessoas em situação de rua. Em Construtoras de caminhos, a câmera acompanha o cotidiano do Núcleo de Atenção Interdisciplinar do Desenvolvimento Infantil (Naidi) que atende crianças com diferentes deficiências. Já CorpoAlma revela como o grupo interdisciplinar de reeducação alimentar e obesidade funciona como um espaço de acolhimento, orientação qualificada, valorização e empoderamento de mulheres.

IdeiaSUS: acervo conta com mais de 2 mil práticas do SUS

O IdeiaSUS é uma iniciativa da cooperação técnica entre a Fiocruz, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), no âmbito da Rede de Apoio à Gestão Estratégica do SUS. Conta, atualmente, com mais de 2.300 práticas e inovações. Tem como objetivo identificar, reunir e disponibilizar um banco de “práticas e soluções” em Saúde e Ambiente.  Parte do princípio que a troca de experiências, “exitosas ou não”, são essenciais ao processo de consolidação e fortalecimento do SUS. Mais de 800 municípios brasileiros têm práticas descritas no IdeiaSUS. 

Repositório Audiovisual de Práticas do IdeiaSUS

O projeto também faz parte do Repositório Audiovisual de Práticas do IdeiaSUS, no canal da VideoSaúde no YouTube, onde também se encontram os vídeos sobre o Ambulatório de Atenção à Saúde da População Travesti e Transexual João Walter Nery, em Niterói (RJ); as estratégias de integração e qualificação do cuidado em saúde da Rede de Saúde do município de Quissamã, no Rio de Janeiro; e as oficinas terapêuticas de cuidado em saúde mental, promovidas em Lajeado (RS). 

Unidades básicas de saúde visitadas

Os curtas da série Clínicas da família e SUS foram desenvolvidos no âmbito de uma série de visitas da equipe do IdeiaSUS a unidades básicas de saúde da região de Atenção Primária 3.1 no Rio de Janeiro. Foram visitadas mais de 30 unidades, entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022, para mapeamento de suas atividades e apresentação da Plataforma IdeiaSUS. O projeto segue incorporando práticas da região no IdeiaSUS. Agora, dos centros de atenção psicossocial da região. 

A AP 3.1 localiza-se no entorno do eixo da Estrada de Ferro da Leopoldina e congrega seis regiões administrativas: Ramos, Penha, Vigário Geral, Ilha do Governador, Complexo do Alemão e Complexo da Maré. O conjunto de bairros da AP 3.1 abriga, de acordo com o Censo de 2010 do IBGE, mais de 1 milhão de mil habitantes. Trata-se de uma população composta majoritariamente por jovens adultos – um terço do total está na faixa etária de 20 a 39 anos – e com 13% acima dos 60 anos. A AP 3.1 possui 186 equipes de Saúde da Família, 58 equipes de Saúde Bucal e sete Núcleos de Apoio à Saúde da Família.

“Há muitas inovações e boas iniciativas concluídas e em andamento nas unidades básicas. Essas práticas precisam ser compartilhadas e capilarizadas. Indicam um SUS vivo e presente na vida das pessoas”, cometa Wagner de Oliveira, da equipe do projeto VideoSaúde e IdeiaSUS.

Voltar ao topoVoltar