Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Programação de janeiro da VideoSaúde enfoca o SUS, saúde e cultura

Pessoa jogando lixo reciclável no lugar correta

03/01/2020

Fonte: Icict/Fiocruz*

Compartilhar:

O ano novo chegou e a VideoSaúde inicia 2020 relembrando temas que merecem destaques. No mês de janeiro, a produtora da Fiocruz selecionou filmes relacionados a saúde da mulher e da criança, saúde mental e a importância da assistência prestada à população através do Sistema Único de Saúde Brasileiro, o SUS.

Primeira produção a ser exibida, o filme “SUS 30 anos” - aborda os benefícios oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, que possibilita um atendimento integrado à população brasileira. O filme “De perto quem é normal?” dá voz aos pacientes e profissionais sobre o que é a loucura e os tratamentos manicomiais. O tema também é discutido no filme “Política de Saúde Mental e Direitos Humanos”, que traz o debate da saúde mental associado aos direitos humanos a partir do contexto da Reforma Sanitária.

Ainda com destaque para o campo da saúde, “Nascer no Brasil: Cesárea, mitos e riscos” aborda a saúde materna em um país que apresenta altas taxas de partos cirúrgicos. Em “Autismo”são revisto os sinais e cuidados necessários para essa enfermidade em jovens e crianças.

A coleta e o descarte de resíduos são analisados na produção “Que se lixe o lixo”, que apresenta a gestão adequada dos resíduos até seu destino final e finalizando a programação do mês, serão exibidos os filmes “Vida de Congo”, que apresenta uma manifestação folclórica da banda de Congo Mirim de São Benedito de Santiago, no Estado do Espírito Santo e “Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí” - projeto direcionado a jovens da rede pública de ensino. O filme conta com depoimentos dos jovens, pais e professores.

O Programa VideoSaúde vai ao ar às 22h30,  nas segundas-feiras, no Canal Saúde, com diferentes reprises ao longo do mês. Para conhecer horários e datas das reprises e obter mais informações sobre os filmes, acesse o site do Icict

*Edição: Portal Fiocruz

Voltar ao topoVoltar