Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Presidente da Fiocruz integra comissão da Lancet sobre Covid-19

Nísia Trindade

14/07/2020

Por: Julia Dias (Agência Fiocruz de Notícias)

Compartilhar:

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, é uma das integrantes da Comissão Covid-19 da revista Lancet. Capitaneada pelo economista americano Jeffrey Sachs, a comissão é uma iniciativa interdisciplinar que inclui líderes de ciências da saúde, negócios, finanças e políticas públicas para formular recomendações para superar os desafios trazidos pela pandemia. 

"A Comissão foi criada para ajudar a acelerar soluções globais, equitativas e duradouras para a pandemia", afirma o Sachs em comentário publicado na última quinta-feira (9/7) na Lancet

Para a presidente, o convite demonstra o prestígio internacional da Fiocruz. “Minha representação vai levar à comissão uma visão integrada da saúde, destacando os sistemas de saúde e a visão de uma saúde única, que integra aspectos biológicos, ambientais e sociais. Será também uma oportunidade de compartilhar os importantes conhecimentos da Fiocruz e o papel institucional no enfrentamento da pandemia”, afirma Nísia, única brasileira no grupo.

O objetivo da Comissão é fazer recomendações para apoiar o trabalho de organismos internacionais em quatro temas principais. O primeiro busca recomendações para suprimir a pandemia o mais rápida e decisivamente possível. O segundo aborda maneiras de sair da crise humanitária causada pela pandemia, buscando atender às necessidades de grupos vulneráveis, como os mais pobres, minorias e idosos. O terceiro é impedir que a emergência de saúde pública se transforme em uma crise financeira fulminante para governos, empresas e famílias. Por último, o grupo busca soluções para reconstruir um mundo pós-pandemia com mais inclusão justiça e sustentabilidade.

“O trabalho da Comissão será apoiado por várias forças-tarefa, em áreas que vão do desenvolvimento de vacinas a locais de trabalho seguros e recuperação econômica global”, explica o economista americano que preside a Comissão Covid-19 da Lancet.

O grupo pretende apresentar relatórios periodicamente durante toda a pandemia para fornecer atualizações, avaliações e recomendações públicas. A primeira reunião foi realizada no dia 23 de junho e as primeiras sugestões da comissão devem ser apresentadas em setembro, durante a Assembleia Geral da ONU. Depois disso, estão previstos relatórios parciais para janeiro e julho de 2021 e um relatório final para janeiro de 2022.

Nos próximos 18 meses, a Comissão realizará seminários on-line regionais e globais, abertos ao público em geral e a especialistas, para discutir seu trabalho e gerar contribuições e avaliações.

Além da revista Lancet, uma das principais publicações de saúde do mundo, são parceiros do projeto o Centro de Desenvolvimento Sustentável (Center for Sustainable Development (CSD) e a Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (UN Sustainable Development Solutions Network - SDSN). A Fundação Rockefeller e Nizami Ganjavi International Center são os financiadores do trabalho do grupo.

Conheça os integrantes da comissão.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar