Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

INI/Fiocruz tem alta conformidade com as normas da Anvisa para a segurança do paciente


25/11/2022

Alexandre Magno (INI/Fiocruz)

Compartilhar:

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES/RJ), por meio da sua Superintendência de Vigilância Sanitária, parabenizou o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) por suas práticas e procedimentos, relacionados à segurança do paciente, que têm alta conformidade com as normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A avaliação é feita a partir do preenchimento, pelas instituições de saúde, do formulário da Anvisa, Avaliação das Práticas de Segurança do Paciente 2022, onde é avaliado a conformidade com os critérios estipulados pela Agência.

De acordo com esses critérios, o INI/Fiocruz obteve 15 pontos na avaliação, o que corresponde a 83% de adesão às normas, sendo considerado, portanto, como alta conformidade às práticas de segurança do paciente.

Segundo a Anvisa, a “segurança do paciente envolve a avaliação permanente dos riscos em serviços de saúde e requer ações como o uso de protocolos específicos e estabelecimento de barreiras de segurança nos sistemas e gestão dos eventos adversos para prevenir e reduzir riscos e danos nos serviços”. Por isso, a Agência estabeleceu a autoavaliação como forma de promover a cultura da segurança no ambiente institucional, com ênfase na gestão de riscos, e também no aprimoramento da qualidade nas boas práticas em serviços de saúde.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), um em cada dez pacientes sofre algum dano enquanto recebe cuidados hospitalares, sendo que 50% deles poderiam ser evitáveis.

A médica e diretora do Instituto, Valdiléa Veloso, explica que o INI instituiu o seu Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) em 2013. O Núcleo tem atuado para promover ações e orientações para a redução dos riscos. “Entretanto, a responsabilidade de cuidar e promover a saúde do paciente é de todos os profissionais”, destaca.

Em sua estrutura, o INI/Fiocruz dispõe do Centro Hospitalar com 120 leitos operacionais para atendimento de pacientes de alta complexidade, 17 laboratórios de pesquisa, Hospital Dia, ambulatórios, Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (CRIE), além dos seus Programas de Pós-Graduação Stricto sensu e Lato sensu com Residência Médica, Residência Multiprofissional e cursos de Especialização em Infectologia.

Voltar ao topoVoltar