Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Fiocruz inicia atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Margareth Dacolmo

18/10/2022

Carolina Gigliotti (SNCT/Fiocruz)

Compartilhar:

A cerimônia de abertura da 19ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da Fiocruz foi um marco no retorno das atividades presenciais do evento. A pneumologista Margareth Dalcolmo realizou o bate-papo Impacto da Covid-19 e o Nosso Futuro sob a mediação de Márcia Castro, Coordenadora do Canal Saúde. A médica se tornou uma divulgadora científica de peso durante os momentos iniciais da pandemia de Covid-19 e trouxe muitas curiosidades sobre essa nova etapa na sua carreira científica. Como muitos cientistas, ela reconheceu a necessidade de esclarecer a população sobre a doença. “Foi uma verdadeira missão”, relembra, em prol da valorização da ciência.

A especialista em doenças respiratórias mostrou que essa aproximação pode ser divertida e comovente. Seu sucesso como divulgadora científica foi sentido até na Coreia do Sul, com sua imagem sendo divulgada em veículos de imprensa do país. E a Fiocruz se tornou a instituição vinculada a ela. “Eu me tornei a médica da Fiocruz. Não me conhecem mais como Margareth Dalcolmo”, conta aos risos. Em diversos momentos da cerimônia de abertura, ela arrancou gargalhadas do público, foi ovacionada e conquistou ainda mais fãs. Sessões de fotos foram feitas ao final de sua palestra. Alguns participantes cochichavam tímidos: “você vai falar com ela?”.

E sobre “o nosso futuro”, parte do tema da sua palestra, ela diz “não tem como olhar para o futuro, sem olhar para o passado”. Atenta ao tema da SNCT 2022, Bicentenário da Independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no Brasil, afirma “quando você olha a história, você reaprende e fixa a informação”. No contexto, ela contou que a revista Science já no século XIX trazia um texto de recomendação, em relação à gripe espanhola, para evitar aglomerações, tapar a boca quando tossir e cobrir o rosto com o pano, do mesmo modo que fazemos hoje com a Covid-19.

Com uma didática muito envolvente, ela esclarece ao público que o vírus sars-cov-2 já faz parte do painel viral da humanidade. Ou seja, já é um vírus que compõe o material genético de todos os seres humanos. Para o futuro, ela alerta: “vamos ter novas vacinas”. E ela dá o recado aos jovens para ficarem atentos a ciência, tecnologia e inovação. “Vocês irão nos substituir”, explica. As palavras de Dalcolmo reforçam o propósito da SNCT de eliminar as fronteiras entre a ciência e o público, ao discutir o fazer científico.

Na mesa de abertura, as falas pareciam anunciar os momentos emocionantes que se sucederam. Cristiani Machado, a vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação, ressaltou que “a importância da Semana é discutir ciência com a população, com as pessoas, com os estudantes, com os jovens, com as pessoas de todas as idades, com a comunidade”. Diego Bevilaqua, vice-diretor da Casa Oswaldo Cruz, reforçou que o evento é fruto de um decreto que visa estabelecer princípios de uma política pública que aproximasse a ciência da população brasileira.

E antes que ela começasse a conversar com a plateia, o encontro já contagiava a todos os presentes. Maria Inês Fernandes, assessora da Presidência da Fiocruz, revela: “é muito emocionante estar aqui hoje com essa tenda cheia após dois anos de atividade virtual, a gente retomar esse contato é maravilhoso. Então, eu queria pedir uma salva de palmas para vocês”.aos das dificuldades de seguir com a produção científica no país, devido às dificuldades de financiamento como ressaltou Mychelle Alves, presidente da Asfoc-SN (Sindicato dos Trabalhadores da Fiocruz).

A presidente da instituição, Nísia Trindade, parecia ter anunciado o que estava por vir. No vídeo de boas-vindas, ela diz “tenho certeza de que muitos aprendizados virão dessa histórica edição”. Considerando o sucesso da palestra é possível afirmar que a edição 2022 já iniciou um processo inspirador de troca de aprendizado entre os cientistas e o público do evento.

A Cerimônia de Abertura da SNCT 2022 pode ser assistida na íntegra abaixo:

A programação e a cobertura fotográfica podem ser acessadas site da SNCT. 

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar