Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Fiocruz discute inovação e comercialização de direitos de PI na saúde em missão na Dinamarca


14/10/2022

Gabriella Ponte (Bio-Manguinhos/Fiocruz)

Compartilhar:

A Fiocruz participou da missão institucional na Dinamarca de “Inovação e comercialização de direitos de propriedade intelectual na saúde”, no período de 26 a 30 de setembro. Essa missão teve por objetivo criar redes de inovação e estreitar o ambiente de parcerias público-privado, dentro do segmento e áreas afins da Fiocruz. A Embaixada da Dinamarca no Brasil, em parceria com a Coordenação de Gestão Tecnológica (Gestec/VPPIS) da Fiocruz e o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), organizaram uma série de visitas ao ecossistema de inovação em saúde dinamarquês.

A delegação do Brasil foi composta por representantes da Gestec/VPPIS e Bio-Manguinhos/Fiocruz contou com a presença da gerente da Divisão de Novos Negócios e Marketing (Dinne/Derem), Perla Villani, gerente do Programa de Biofármacos (PBio), Hugo Defendi, gerente do projeto de Vacina mRNA, Patrícia Neves, chefe do Laboratório de Tecnologia Virológica (Latev), Sheila Lima, além de Farmanguinhos, Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) e do INPI.

Durante esse período, o grupo interagiu, prospectou e discutiu possibilidades de parceria dentro das necessidades de Bio-Manguinhos e programas de Desenvolvimento Tecnológico. No primeiro dia, os colaboradores conheceram o ambiente de inovação e processos de transferências de tecnologia e propriedade intelectual da Universidade de Copenhagen. “Nesse mesmo dia, realizamos uma visita ao laboratório do professor e pesquisador Ali Salanti, internacionalmente renomado no âmbito de vacinas e diretor de várias empresas spin-off da Universidade de Copenhagen”, contou Villani.

O grupo participou da feira de inovação “Nordic Innovation Fair”, evento para prospecção de parcerias. “Nesta ocasião, agendamos uma série de reuniões com potenciais parceiros para o Desenvolvimento Tecnológico de Bio-Manguinhos. Conversamos com o representante a empresa EVAXIONN, especializada em imunoterapias e nos dias seguintes, tivemos a oportunidade de conhecer o ambiente de pesquisa e desenvolvimento do Statens Serum Institut, instituto de pesquisa público da Dinamarca focado em vacinas, a Novo Nordisk Foundation, a Medicon Valley Alliance e o BioInnovation Institute”, detalhou Villani.

Para o grupo, todas as interações foram extremamente relevantes para o Instituto, não só para estreitar a relação de negócios, com prospecção de potenciais parcerias com diversas instituições dinamarquesas, como também um aprendizado no âmbito de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar