Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

10/01/2020

Fiocruz convida alunas da rede pública para o projeto Mais Meninas na Ciência


Por: João Marcello Boueri Rossigneux

Visando o Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, a Fiocruz, por meio de uma chamada pública: Mais Meninas na Ciência - 2020, em parceria com os laboratórios de pesquisa da instituição, receberá nos dias 10 e 11 de fevereiro de 2020 jovens estudantes matriculadas em 2020 no ensino médio regular de escolas públicas do estado do Rio de Janeiro para uma imersão monitorada com o objetivo de aproximar as alunas com atividades científicas. As inscrições foram realizadas através do Campus Virtual Fiocruz entre os dias 10 e 21 de janeiro. O resultado da seleção já está disponível.

A atividade do dia 10 de fevereiro será guiada por pesquisadoras de laboratórios, onde as alunas poderão acompanhar a rotina da profissão científica e se envolver com o dia a dia da carreira. No Dia internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, 11 de fevereiro, as jovens e pesquisadoras participantes do projeto poderão debater, em um evento aberto ao público, as experiências vividas no dia anterior na Fiocruz. Além disso, um dos objetivos do evento do dia 11 é celebrar trajetórias profissionais de mulheres pesquisadoras em uma das mais importantes instituições de ensino e pesquisa do Brasil.

O Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, comemorado em 11 de fevereiro, foi instituído em 22 de dezembro de 2015 pela Assembleia das Nações Unidas e passou a integrar o calendário de eventos da Fiocruz em 2019. Essa iniciativa se insere num conjunto de ações que a Fiocruz vem desenvolvendo para ampliar o acesso e assegurar a participação plena e igualitária de mulheres e meninas na ciência e tecnologia, em consonância com a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo a coordenadora do Grupo de Trabalho Meninas e Mulheres na Ciência da Fiocruz, vinculado à Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz), Cristina Araripe, no século XX as mulheres conseguiram avançar no sistema educacional, vencer o analfabetismo e ingressar nas universidades e na carreira científica, entretanto, mesmo diante de tantos avanços na carreira científica e nos direitos civis, ainda existem impedimentos que contribuem para a manutenção da invisibilidade feminina. ''Queremos despertar o interesse pela ciência, tecnologia e inovação para garantir que essas meninas do projeto tenham pleno acesso à educação de qualidade e aos recursos disponíveis'', afirma a coordenadora.

Acesse a chamada pública e confira o resultado da seleção.

Mais informações no Campus Virtual Fiocruz.

 

Voltar ao topoVoltar