Início do conteúdo

Fiocruz Amazônia promove encontro de saúde na tríplice fronteira


17/08/2021

Eduardo Gomes (Fiocruz Amazônia)

Compartilhar:

Nos dias 12 e 13 de agosto, a Universidade Nacional da Colômbia (Unal/Sede Amazônia) sediou o 2º Encontro de Pesquisadores em Saúde da Tríplice fronteira (Brasil-Colômbia-Peru). O Encontro, organizado pelos pesquisadores do Instituto Leônidas & Maria Deane (Fiocruz Amazônia), José Joaquín Carvajal Cortés e Adele Schwartz Benzaken, diretora da unidade regional da Fundação, visa fortalecer os programas de pós-graduação, por meio de cooperações entre universidades e instituições do Alto Solimões.

“O objetivo do encontro foi de congregar as universidades e instituições de pesquisa que atuam na área de fronteira do Alto Solimões, no sentido de alinhar esforços de cooperação internacional e criar uma agenda de trabalho conjunto, fortalecendo os programas de pós-graduação programados pela Fiocruz Amazônia numa visão transfronteiriça”, explicou Benzaken.

Além de representantes da Unal e Fiocruz Amazônia, participaram da atividade, pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), Projeto LMI Sentinela, do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), Universidade do Estado do Amazonas (UEA/Campus Tabatinga), Universidade Federal do Amazonas (Ufam/ Campus Benjamin Constant), Laboratorio Departamental de Saúde Pública (LSDP – Amazonas/Colômbia), Universidad Nacional de la Amazonía Peruana (Unap) e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas – Sub-regional Sudamérica).

O intuito da atividade é promover um encontro acadêmico-científico e inter-institucional em saúde, visando alinhar esforços conjuntos de cooperação internacional contemplando principalmente a zona fronteiriça entre Brasil, Colômbia e Peru. A partir disso, os pesquisadores pretendem realizar um trabalho colaborativo para o intercâmbio de conhecimento nas áreas de saúde e fronteira, partindo de um olhar interdisciplinar e intercultural.

As temáticas abordadas durante encontro visam discutir possibilidades de articulação e futuros acordos interinstitucionais, além da elaboração de planos de trabalho conjuntos entre as instituições: Unal, Fiocruz e Unap. Na oportunidade, os pesquisadores realizaram uma apresentação sucinta de projetos sobre saúde em andamento na tríplice fronteira.

 

 

 

 

Voltar ao topoVoltar