Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Encontro virtual celebra o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha


27/07/2020

Por: Marina Maria (Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz)

Compartilhar:

O Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fundação Oswaldo Cruz realiza nesta terça (28/07), das 11h às 12h, um encontro virtual para marcar o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha, celebrado no último dia 25 de julho. A atividade será transmitida pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz, com o tema Mulheres negras movendo as estruturas: lutas, conquistas e desafios, e a convidada para o debate é Dulce Maria Pereira, feminista e ativista do movimento de mulheres negras, além de arquiteta, urbanista, ambientalista, professora e pesquisadora da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). 

O objetivo do encontro virtual é dar visibilidade às lutas cotidianas das mulheres negras, assim como reforçar a importância da data, fortalecendo o compromisso institucional da Fiocruz no acolhimento das demandas específicas e na defesa da diversidade e da equidade de gênero e raça. Além disso, a atividade visa reconhecer o papel das mulheres negras no contexto brasileiro, na consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e no enfrentamento ao racismo e ao sexismo. 

A mediação do debate ficará por conta de Roseli Rocha, assistente social do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e integrande da coordenação colegiada do Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz. 

O evento também é organizado para lembrar que, no dia 25 de julho, além do Dia Internacional da Mulher Negra, é celebrado no Brasil o Dia Nacional de Tereza de Benguela, em memória da líder quilombola que viveu no país durante o século 18, atuando pela liberdade da população negra escravizada e no enfrentamento às violências decorrentes da escravidão.  
Para participar do encontro virtual do Comitê, acesse o canal da VideoSaúde no YouTube.   

Sobre o Comitê

O Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz foi criado em 2009, para consolidar uma agenda institucional pelo fortalecimento dos temas étnico-raciais e de gênero na Fundação, colaborando para uma constante atualização e reorientação de suas políticas, bem como de suas ações, seja nas relações de trabalho, seja no atendimento ao público e na produção e popularização do conhecimento. Desde 2018 passou a ser gerido por uma coordenação colegiada, sendo a promoção da equidade de gênero (incluindo as questões que abrangem a temática da diversidade sexual) e das relações étnico-raciais na Fiocruz prioridade do Comitê, em alinhamento com o posicionamento da instituição em defesa dos direitos humanos e do reconhecimento da diversidade da população. 

Voltar ao topoVoltar