Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Encontro Mineiro de Coleções Biológicas promove debate sobre gestão e legislação de acervos


04/12/2019

Kath Lousada | VPPCB

Compartilhar:

A Fiocruz Minas (Instituto René Rachou/IRR) realizou, nos dias 21 e 22 de novembro, o IV Encontro Mineiro de Coleções Biológicas. O evento aconteceu no Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, em Belo Horizonte (MG) em parceria com esta instituição, e contou com o apoio da Vice-Presidência de Pesquisa e Coleções Biológicas da Fiocruz e do Conselho Regional de Biologia 4ª Região (CRBio-4).

Os curadores das Coleções Biológicas da Fiocruz Minas organizam o evento desde a sua primeira edição. Neste ano, a programação reuniu instituições brasileiras que abrigam coleções biológicas de diversas naturezas em prol da discussão sobre uma gestão apropriada para as coleções que esteja amparada na atual legislação brasileira vigente.

Legislações e Normatizações aplicadas às Coleções Biológicas foi o tema central abordado no evento em diferentes perspectivas, sendo bastante pertinente para o desenvolvimento das atividades das coleções biológicas, bem como suas prestações de serviços.

Para Cristiane Lafetá, coordenadora do encontro e curadora da Coleção de Malacologia Médica (IRR), “a presença de tantos pesquisadores e curadores de Minas e de outros estados evidencia a necessidade e carência de momentos como esse, que valorizam as Coleções Biológicas com uma área de grande importância para a pesquisa e para o desenvolvimento científico e tecnológico, fundamental na construção da nossa história geológica, ambiental, econômica e da saúde pública.”

Uma importante iniciativa como resultado promovido pelo encontro está a assinatura de uma carta pelo IV Encontro Mineiro de Coleções Biológicas que foi encaminhada para o ministério da educação, ministério da ciência e tecnologia, para o presidente do Congresso Nacional e do Senado Federal do Brasil, presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, para a própria CAPES e CNPQ, contestando a fusão da CAPES e CNPq e apontando os impactos negativos que esta medida causará para o funcionamento das instituições de pesquisa e universidades. 

Outros encaminhamentos que impactam positivamente a Fiocruz são a possibilidade de criação da Rede Mineira de Coleções Biológicas que resultaria na participação de quatro coleções biológicas da Fiocruz, aumentando a visibilidade das coleções; e a proposta de organização de um encontro brasileiro de coleções biológicas em setembro de 2020. No evento, Alexander Wilhelm Armin Kellner, diretor do Museu Nacional do Rio de Janeiro/UFRJ, será presidente honorário e várias instituições serão responsáveis pela organização, como a Fiocruz, as Sociedades Brasileiras de Zoologia e Microbiologia, o Instituto Butantã, a PUC Minas, entre outras.

O IV Encontro Mineiro de Coleções Biológicas registrou a presença de representantes do Museu Nacional do Rio de Janeiro/UFRJ, Instituto Chico Mendes, Instituto Estadual de Florestas, Instituto Butantã, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, e da Sociedade Brasileira de Zoologia, Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, Universidade Federal de Ouro Preto, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, Fundação Ezequiel Dias, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Universidade do Estado do Rio de Janeiro e da Secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA).
 

Voltar ao topoVoltar