Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Delegação de Princeton visita Fiocruz e reforça cooperação


20/07/2022

Agência Fiocruz de Notícias e INI/Fiocruz

Compartilhar:

A Fiocruz recebeu uma comitiva da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos, composta pelo diretor do Programa de Saúde Global da instituição, Gilbert Collins, da coordenadora de Mobilidade e Estágios, Meaghan Tohill, da pesquisadora Arbel Griner e de Aimee Bronfeld, da equipe de comunicação. O grupo foi recepcionado por representantes da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz) e visitou unidades da Fundação nas quais estagiários da instituição norte-americana desenvolvem trabalhos como parte de um programa de intercâmbio entre Princeton e a Fiocruz.

No primeiro dia de visita foi realizada uma reunião de trabalho, coordenada pela vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação, Cristiani Vieira Machado, e pela coordenadora-geral de Educação, Cristina Guilam, e que contou com as presenças de Pedro Burger, do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), e de outros membros da VPEIC. O diretor do Programa de Saúde Global de Princeton, Gilbert Collins, demonstrou interesse em ampliar a cooperação com a Fiocruz e apresentou a possibilidade de receber na universidade norte-americana alunos de pós-graduação da Fundação já no ano que vem.
 
“A participação no programa de Global Health abre a perspectiva de expansão da cooperação com a Universidade de Princeton, também por meio do futuro intercâmbio de estudantes de pós-graduação e desenvolvimento de atividades de pesquisa em parceria com diversas unidades da Fiocruz, além das envolvidas nesse primeiro ano. É uma oportunidade de fortalecer a cooperação internacional com uma universidade de excelência e que trabalha com ênfase na interdisciplinaridade“, ressaltou Cristiani Machado.
 
A comitiva visitou os seis estagiários e seus supervisores - a sétima estagiária que compõe o grupo de alunos de Princeton vai iniciar as atividades na Fundação em agosto. Collins conheceu os locais de trabalho dos estagiários, conversou com os supervisores sobre o desempenho deles e destacou possibilidades de interação acadêmica e de pesquisa com Princeton. Os alunos da instituição norte-americana estão baseados em várias unidades da Fiocruz.

'Visão muito abrangente sobre os desafios da saúde'

O grupo de Princeton foi acompanhado por representantes da VPEIC em visita ao Instituto de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz). O objetivo foi conhecer o aproveitamento dos alunos que participaram da primeira edição do programa de intercâmbio acadêmico entre as instituições. Collins disse que a universidade está muito satisfeita com essa primeira edição do programa e que tem certeza que os alunos terão a oportunidade de conhecer os desafios de saúde de um país da proporção do Brasil.

“Essa parceria vai proporcionar aos alunos uma visão muito abrangente sobre os desafios da saúde, porque aqui se faz atendimento clínico, pesquisa e trabalha-se com a saúde pública”. A equipe de Princeton também gravou vídeos com entrevistas com os estagiários, em que contam um pouco suas experiências e expectativas na Fundação.

Voltar ao topoVoltar