Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

02/12/2005

CPqLMD forma multiplicadores para controle social da saúde indígena


CPqLMD forma multiplicadores para controle social da saúde indígena

Capacitar conselheiros de saúde e mulheres de comunidades indígenas é o objetivo do projeto Homens e mulheres indígenas em busca da eqüidade e participação em saúde, promovido pelo Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane (CPqLMD) com apoio da Fundação Ford, que acaba de concluir suas atividades. Ao todo, foram formados dez agentes multiplicadores, que repassarão os conhecimentos adquiridos para os 360 conselheiros locais e distritais de saúde indígena do Alto Rio Negro, no Amazonas. A região é lar de 28 mil indígenas de diferentes etnias.

 Os conselheiros locais e distritais atuam junto às autoridades no controle social da saúde indígena, cobrando e propondo iniciativas que ampliem o acesso e a qualidade dos serviços para a população. O objetivo do curso foi oferecer instrumentos para melhoria da atuação desses representantes na luta pelo direito à saúde. Realizado em parceria com a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro, o Departamento de Mulheres Indígenas do Rio Negro, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), o  projeto incluiu ainda a realização de oficinas de culinária com mulheres e a assessoria aos conselhos de saúde da região.

Voltar ao topoVoltar