Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Covid-19: site reúne materiais sobre prevenção e cuidados para a saúde dos idosos


14/12/2020

Fonte: Icict/Fiocruz

Compartilhar:

Representando 73% dos óbitos por Covid-19 no Brasil, os idosos se tornaram o grupo mais vulnerável na pandemia. Pensando uma forma de diminuir este impacto e na necessidade de dar visibilidade às particularidades do cuidado com o idoso, pesquisadores do Grupo de Informação em Saúde e Envelhecimento da Fiocruz (Gise/Icitc/Fiocruz), em parceria com a Universidade da Maturidade da Universidade Federal do Tocantins (UMA/UFT), desenvolveram um site reunindo informações direcionadas a gestores, profissionais de saúde, cuidadores e idosos. São manuais, cartilhas, guias, notas técnicas, vídeos, podcasts, blogs, relatos de experiência e posicionamentos oficiais concentrados em um único endereço online. 

A desinformação, as fake news e a falta de estratégia direcionada aos idosos são os principais motivos para a criação do site Pessoa Idosa e Covid -19: Materiais sobre prevenção e cuidados. De acordo com a coordenadora geral do projeto, a pesquisadora da Fiocruz Dalia Romero, a proposta da iniciativa é “concentrar informações de qualidade e de fontes confiáveis num só site, baseados em evidências científicas e produzidos por diversidade de instituições e atores. Assim, pode-se ajudar nos desafios que a pandemia coloca à sociedade, como evitar agravos e mortes de idosos, possibilitar o envelhecimento saudável e melhorar a qualidade de vida das pessoas que cuidam deles”. 

Desafios do projeto

A motivação de criação do site começou a ser desenvolvida em abril de 2020, mas com a falta de financiamento só foi possível lançar o projeto oito meses depois. Para a coleta do material contou-se com a rede de contatos que o Gise tem estabelecido durante os últimos dez anos. Essa rede é formada por gestores e profissionais da atenção básica em todo o território nacional, especialmente com os vinculados aos projetos Boas Práticas e Mapeamento de Experiências Exitosas Estaduais e Municipais no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa.

Até o momento já foram selecionados, classificados e incluídos 162 materiais. Os pesquisadores envolvidos pretendem seguir com o projeto incluindo também informações sobre o cuidado do idoso no período pós pandemia. “O grande diferencial do site é reunir em um só lugar todo material voltado para o idoso durante a pandemia da Covid-19. Há, por exemplo, recomendações de como evitar contágios e a indicação de alguns tratamentos no ambiente domiciliar, tanto na residência familiar como nas coletivas, como as instituições de longa permanência”, pontua Dalia, que coordena o projeto ao lado do pesquisador da UMA/UFT Luiz Sinésio Silva Neto. 

Busca por temas variados

O site visa disseminar, preservar e catalogar os materiais sobre cuidado do idoso e conta com uma busca de informações nas cinco regiões do país. Até o momento, há material de 17 estados e do Distrito Federal. O público-alvo são idosos, familiares, cuidadores e gestores e profissionais de saúde do idoso.

Os temas são variados e vão de educação digital a recomendações direcionadas para os profissionais de saúde. Os tópicos de busca incluem dicas de alimentação saudável e atividade física até informações sobre o distanciamento social, sintomas, prevenção e orientações para ansiedade, estresse, tristeza e solidão. Há também sugestões para aproveitar o tempo, entre outros.

“Com o site, a gente espera multiplicar conhecimento de qualidade para que o idoso e pessoas cuidadoras tenham recursos para buscar essas informações. Se esse idoso não está contagiado pela Covid-19, também encontrará informações para manter-se ativo. A pessoa idosa é muitas vezes invisibilizada. O site, portanto, também é um gesto de abraço que a as equipes da Fiocruz e da UMT/UFT oferecem”, afirma Dalia.

Valorização das instituições de pesquisa

O projeto pretende ainda dar enfoque à importância dos grupos e das instituições de pesquisa voltadas para a temática do idoso. “O trabalho nessa área é grande e intenso e lida com pouco ou nenhum recurso, além da falta de editais de financiamento de pesquisa nessa área”, observa Dalia. A pesquisadora pontua também a importância de estabelecer redes de pesquisa focada no idosos. “Para nós pesquisadores da Fiocruz é fundamental estabelecer essas redes e produzir recursos de utilidade pública porque a gente circula entre ciência e saúde coletiva. Temos essa missão de fortalecer o SUS. Estamos sempre procurando evidências científicas, neste caso, quais são as que mais afetam a saúde do idoso”, destaca. 

Entre as ferramentas de busca, é possível também selecionar o tipo de instituição, como universidade/instituição formadora, secretarias de saúde, Ministério da Saúde, sociedade de geriatria, instituição privada e organização não-governamental (ONG).

Os interessados em colaborar devem preencher o formulário online ou enviar e-mail para: idoso.covid@icict.fiocruz.br

Desenho de um casal de idosos

Voltar ao topoVoltar