Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

17/04/2014

Conferência internacional reúne divulgadores de ciência do mundo todo, em maio


Fonte: Museu da Vida/Fiocruz

Entre 5 e 8 de maio, a capital da Bahia recebe um dos mais importantes encontros sobre divulgação científica no mundo. A 13ª Conferência Internacional sobre Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia (PCST 2014, na sigla em inglês), acontece pela primeira vez na América Latina, com o tema “Divulgação da Ciência para a inclusão social e o engajamento político”. A etapa de submissão de trabalhos já se encerrou, mas ainda é possível se inscrever para participar, sem apresentação de trabalhos - basta seguir as orientações do site oficial do evento.

A conferência é um grande fórum internacional para discutir e compartilhar questões relacionadas à prática e à pesquisa em divulgação científica. Uma grande maratona da divulgação científica, com plenárias e 13 sessões simultâneas. No total, haverá 100 sessões, em diferentes modalidades (painéis, performances, apresentações individuais, show and tell, workshops e pôsteres). 

A pesquisadora Luisa Massarani, da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), é uma das organizadoras do evento, e destaca o quanto a atividade dos divulgadores tem papel importante no universo científico. "A ciência e a tecnologia fazem parte do cotidiano da sociedade - e isto é particularmente verdade no mundo contemporâneo. Nossa comida, nossos remédios, a comunicação que estabelecemos são apenas alguns poucos exemplos disto. Portanto, é fundamental que as questões relacionadas à ciência e à tecnologia sejam acessíveis à sociedade (versus uma caixa preta), para podemos entender melhor o mundo que nos rodeia e participar, com conhecimento de causa, de várias discussões fundamentais."

Atendendo a uma demanda dos participantes, a Coordenação Brasileira da Conferência oferecerá auxílios no valor de R$ 1.280 (equivalente a US$570) para a participação de jovens pesquisadores de países com baixo PIB (Produto Interno Bruto) no PCST. Os cadidatos devem se inscrever até dia 25 de abril.

Engajamento político e mídias sociais

Divulgadores da ciência de 50 países já confirmaram presença. Uma das atrações é o egípcio Mohammed Yahia, editor da Nature Middle East (Egito), que vai traçar o perfil da ciência e do jornalismo científico no Oriente Médio. Ele explora formas de aplicar o jornalismo às mídias sociais, mundos virtuais e na integração destes com os meios de comunicação tradicionais. Já o diretor fundador do Gallery Science e professor adjunto de tecnologias criativas do Trinity College Dublin, Michael Gorman, vai mostrar sua experiência em engajamento público em ciência e tecnologia, nos Estados Unidos, Europa e na Irlanda.

Também confirmou presença o físico e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Ildeu de Castro Moreira, que dirigiu por nove anos o programa em divulgação científica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Em 2013, ganhou o prêmio José Reis, um dos mais importantes do país em divulgação científica e tecnológica. Na conferência, Ildeu fala de ciência e carnaval. Professor de sociologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Yurij Castelfranchi também participa. Ele foi pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor-Unicamp) e vice-diretor do periódico Journal of Science Communication (JCOM). 

O evento é realizado pelo Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fundação Oswaldo Cruz e Laboratório de Estudos Avançados/Universidade Estadual de Campinas (LABJOR/Unicamp). 

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar