Início do conteúdo

Campus Virtual Fiocruz completa 5 anos com crescimento exponencial e alcance internacional

29/09/2021

Isabela Schincariol (Campus Virtual Fiocruz)

Compartilhar:

Em meio a esforços de produção, superação e adaptação, o Campus Virtual Fiocruz completa cinco anos de atividades mais vigoroso, robusto e potente. Até setembro de 2021, somamos mais de 350 mil alunos inscritos em cursos disponíveis na nossa plataforma, quase 70 mil novos alunos só este ano. Entre os mais procurados estão nossos cursos próprios, produzidos e publicados em caráter de urgência, como “Vacinação: protocolos e procedimentos técnicos” - lançado no âmbito da imunização contra a Covid-19 no país -, que contabiliza mais de 38 mil inscritos provenientes de 37 diferentes países. Setembro é também o mês de aniversário da Plataforma Educare, que, em 2021, completa dois anos. Com significativo crescimento durante a pandemia, atualmente o ecossistema Educare conta com quase 800 recursos educacionais abertos (REA), como cursos completos, vídeos, áudios, apresentações, exercícios, jogos e outras iniciativas voltadas ao aprendizado e compartilhamento do conhecimento. Todos disponíveis em acesso aberto. 

A coordenadora do Campus Virtual Fiocruz, Ana Furniel, ressalta que em cinco anos o CVF cresceu muito e enfrentou, nesse curto tempo, uma pandemia mundial que impôs também diferentes formas de trabalho e metodologias que tiveram que ser reinventadas. “Há dois anos, nossos planos eram investir na disseminação do Educare, nossa plataforma de REA, criada em 23 de setembro de 2019, e no novo Portal do CVF. Com a pandemia, nosso foco mudou e passamos a usar o Educare para publicar os REA utilizados em cursos, e desenvolvemos diferentes materiais. Nesse cenário, toda a equipe se voltou ao desenvolvimento de cursos autoinstrucionais voltados à capacitação de profissionais de saúde, em diferentes aspectos da Covid-19. Foram diversos cursos produzidos na modalidade à distância para formação em escala (Mooc). Além dos quase 350 mil inscritos, tivemos milhões de usuários acessando nossas plataformas, acompanhando os cursos abertos e baixando os materiais”, descreveu ela.

Ana falou ainda sobre as necessidades e urgências trazidas pela pandemia. Ela acredita que a Educação a Distância, o ensino remoto e as plataformas virtuais foram fundamentais para responder aos novos desafios impostos, permitindo que a Fiocruz, nos diferentes níveis de educação que oferece e público que abarca, “continuasse cumprindo sua missão na educação permanente e na formação para o Sistema Único de Saúde (SUS). Assim, coube ao Campus Virtual auxiliar neste processo. Asseguro que seguiremos nessa grande empreitada, que é o compartilhamento de conhecimentos qualificados para profissionais e a população.   

Educare fortalece o acesso e o compartilhamento de informações em saúde

A coordenadora adjunta do CVF e responsável pela iniciativa Educare, Rosane Mendes, lembrou que, entre os recursos educacionais abertos (REA) disponíveis na Plataforma, cerca de 300 deles estão relacionados ao tema da Covid-19. Até setembro de 2021, a Plataforma já acumula quase 150 mil visitas e quase seis mil downloads de arquivos desde seu lançamento. Todo o acervo é indexado através do vocabulário estruturado e trilíngue Descritores em Ciências da Saúde (DeCS), que, 28/9, completará 35 anos. Ele possibilita maior facilidade e ampliação no acesso à informação em saúde na América Latina e Caribe.

“Temos a meta de alcançar o registro de mil Recursos Educacionais Abertos até o final deste ano em nossa Plataforma. Destaco ainda que, até o final de 2021, o Educare disponibilizará aos colaboradores da Fiocruz uma ferramenta de autoria própria, que possibilitará a criação de slides e apresentações on-line com recursos de interação com o público e novas funcionalidades e templates para construção de conteúdos multimídia”, detalhou Rosane. 

 

Imagem: base/fundo Freepik

Voltar ao topoVoltar