Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Coronavírus

Compartilhar:
Se Liga no Corona!
0
1
2

Divulgação científica

Iniciativa de divulgação científica coordenada pelo Instituto Nacional de Comunicação da Ciência e Tecnologia (INCT), sediado na COC/Fiocruz, e pelo CNPq traz informações aos cidadãos para tomada de decisões bem informadas sobre a Covid-19, além de valorizar o papel da ciência no enfrentamento da pandemia.

 

Campanha Se liga no corona!

Fiocruz lança campanha de comunicação contra Covid-19 em favelas com organizações comunitárias

 

Linhas do SARS-CoV-2 em circulação

O olhar dos historiadores


Série de artigos produzida pela Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) traz reflexões sobre temáticas que dialogam com os dilemas e processos relacionados à pandemia em curso.

 

Banco de imagens

Fiocruz Imagens disponibiliza galeria exclusiva com o propósito de fornecer insumos visuais para pesquisa, ensino, comunicação e saúde

 

Registros de vivências brasileiras

Iniciativa acolhe produções audiovisuais de todo o Brasil para registrar as muitas vivências nacionais sobre a pandemia.

 

Perguntas e respostas

Atualizado em 29/04/2022: O novo coronavírus pode permanecer no ar por cerca de 40 minutos a até 2 horas e meia. Nas superfícies, sua sobrevivência irá depender do tipo de material.

Atualizada em 29/04/2022: A limpeza de superfícies pode ser feita com água e sabão (qualquer sabão de uso comum, como detergentes), álcool a 70% ou hipoclorito (água sanitária) a 0,1%.

Sim. (...) O Ministério da Saúde, por meio de teleatendimento, disponibiliza canais para manter a população informada sobre o novo coronavírus. Esses canais gratuitos orientam quando procurar...

Sim. O Ministério da Saúde tem apoiado instituições e monitorado diariamente pesquisas que objetivam identificar um tratamento efetivo para a Covid-19.

O vírus que causa a Covid-19 pode permanecer no ar por cerca de 40 minutos a até 2h30min.

Atualizado em 09/06/2021 - Azitromicina é um antibiótico e, portanto, não ataca vírus. Os antibióticos são indicados apenas contra bactérias.

Atualizado em 03/05/2022: É o intervalo entre a data do primeiro contato com o vírus até o início dos sintomas da doença. No caso do novo coronavírus, o período de incubação varia de 2 a 14 dias.

Revalidada em 03/05/2022: Sim, é possível. Por isso, é recomendado evitar esse tipo de contato físico, uma vez que pessoas sem sintomas também podem transmitir a doença.

Para um correto manejo clínico desde o contato inicial com os serviços de saúde, é preciso considerar e diferenciar cada caso (...)

As vacinas podem receber autorização para uso emergencial quando o benefício que a vacina traz é maior que os riscos. Essa autorização de uso é fornecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os jovens de 12 a 17 anos entraram na lista de pessoas que poderão receber a dose de reforço (terceira dose) da vacina contra a Covid-19.

Resposta atualizada em 28/04/2022: Se você testou positivo deve ficar isolado por 10 dias após o início dos sintomas ou do resultado do teste RT-PCR.

Resposta atualizada em 28/04/2022: Um dos fatores que contribuem para que isso aconteça é a escolha errada do período para fazer o teste sorológico em relação ao início dos sintomas.

Atualizada em 07/06/22: A recomendação do Ministério da Saúde é que pessoas com 40 anos ou mais e trabalhadores da saúde, de todas as idades, devem tomar a segunda dose de reforço contra a Covid-19.

A Fiocruz recomenda que sim, em algumas situações. É fundamental que os pais continuem a seguir as medidas de prevenção da doença, pois o vírus ainda está circulando no Brasil.

Pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidas); pessoas com doenças crônicas como doenças cardiovasculares (do coração), diabetes, hipertensão arterial (pressão alta), obesidade; idosos, pessoas não vacinadas ou que não tomaram todas as

USE MÁSCARA: em lugares fechados e com muita gente, como transportes públicos, academias de ginástica ou salas de aula sem distanciamento e com pouca ventilação.

 

Revalidada em 14/07/2022. Isso irá depender da vacina que o seu filho tomou. A segunda dose da vacina pediátrica da Pfizer (indicada para crianças de 5 a 11 anos) deve ser tomada após o intervalo de 8 semanas.

Revalidada em 14/07/2022. Não é verdade. As vacinas aprovadas pela Anvisa para uso em crianças passaram por vários testes internacionais antes de serem liberadas no Brasil.

Não há nenhum perigo de a vacina contra a Covid-19 causar problemas para a vida futura das crianças. Pelo contrário, as vacinas são importantes e vão ajudar as crianças a chegarem à vida adulta com muita saúde. 

 

As crianças de 5 a 11 anos e os adolescentes precisam tomar duas doses da vacina para estarem totalmente imunizadas (protegidas).

Após o seu filho tomar a vacina contra a Covid-19, você deve esperar 15 dias até que ele possa tomar qualquer outra vacina.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Sim. Embora as crianças adoeçam menos por Covid-19 e evoluam com menos frequência para formas mais graves da doença, elas podem transmitir o vírus dentro e fora da escola. 

 

Saúde sem máscara

 

Documentário aborda a pandemia na perspectiva dos trabalhadores da saúde

 

Especial sobre vacinas contra Covid-19 na Fiocruz

Conheça os ensaios clínicos em andamento com candidatos a vacinas, os estudos pré-clínicos com novas alternativas e as últimas atualizações sobre a futura produção de vacina contra a doença na Fiocruz.

 

Atividades escolares presenciais

 

Documento apresenta contribuições para a retomada das atividades escolares presenciais com maior segurança.

 

A versão mais recente foi publicada em fevereiro de 2021. As versões anteriores também estão disponíveis aqui.

 

Conheça também o plano de convivência

Plano de Convivência

Acesse a página especial com todos os detalhes do plano de convivência institucional com a Covid-19.

 

Baixe e compartilhe informação de confiança

 

Cobertura diária da Covid-19

Boletim diário de atualização sobre a pandemia de Covid-19 do Canal Saúde.

Integração de esforços

Iniciativa promove a produção de análises integradas, tecnologias e soluções para o enfrentamento da pandemia

 

 

Plano de contingência

 

Mostra audivisual Ciência, Saúde e Sociedade

 

Ministério da Saúde

Conheça melhor o coronoavírus: suas formas de transmissão, proteção, boletins epidemiológicos e tire suas principais dúvidas.

 

 

Acesse o documento detalhado do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19

 

Voltar ao topoVoltar