Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Mural de homenagem a Antônio Ivo

Protagonista na história de construção do Sistema Único de Saúde (SUS) e do movimento da Reforma Sanitária, Antonio Ivo de Carvalho faleceu na quinta-feira (10/6). Formado em medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1974, Antonio Ivo era Mestre em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública, quando defendeu em 1994 a dissertação Conselhos de Saúde no Brasil, foi diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp) por nove anos, entre 2004 a 2013, e coordenador do Centro de Estudos Estratégicos (CEE) no período de 2014 a abril de 2021. 

Antonio Ivo também foi chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) durante a gestão Sérgio Arouca (1987) e subsecretário durante a gestão de José Carvalho de Noronha (1988-90); além de vice-presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e integrante do Conselho Consultivo da entidade. Referência no campo da saúde pública no país, professor, pesquisador e exemplo no trato pessoal e profissional, teve como sua marca a inovação nas práticas de gestão, a generosidade e a abertura ao diálogo e ao debate de ideias. 

O velório ocorre nesta sexta-feira (11/6), ao meio-dia, na Capela Premium A do Crematório São Francisco Xavier, no Caju. E a cremação será às 14h.

Neste espaço serão reunidas as homenagens de colegas e Unidades da Fiocruz ao professor, gestor e pesquisador. 

Deixe sua mensagem

CAPTCHA
Este campo é para verificar se o formulário está sendo enviado por uma pessoa.

Mural de mensagens

Com muito pesar recebi a notícia da partida do Ivo. Justamente no momento em que me coloco para enfrentar o grande desafio de liderar a nossa ENSP. Desafio muito conhecido e, honrosamente, cumprido por ele. Ivo sempre militou pela democracia e pela saúde pública, apaixonado pela Fiocruz e, especialmente, pela ENSP. Foi ator imprescindível, com a liderança do Arouca, no sonho e na construção de uma Fiocruz da qual nos orgulhamos. E o mais importante: um ser humano generoso e aberto à diversidade. Fará muita falta! Deixo, aqui, meu abraço à Ana Furniel e sua família.
Marco Menezes, diretor da ENSP
sex, 11/06/2021 - 18:13
Inimaginável que um dia estava mandando mensagem de parabéns e no outro lamentado sua partida. Ainda me dirijo a você. É a forma que encontro de despedida. Muitos dirão seus feitos, suas convicções, suas lutas. Eu as conheci! Você deixou um legado. Esteja na PAZ do Senhor. LURDINHA e MAIA.
LURDINHA MAIA
sex, 11/06/2021 - 17:39
Professor Ivo, obrigada pela generosidade, pela vida dedicada ao bem estar coletivo. Estará sempre presente por tudo que representou para nós. Luíza Victal Egressa do curso de mestrado da Fiocruz
LUIZA HELENA CASTRO VICTAL E BASTOS
sex, 11/06/2021 - 15:58
Através do trabalho na Fiocruz o conheci e, com isso, me aproximei dos seus textos sobre controle e participação social na saúde. Temas pelos quais me encantei. Posteriormente, minha dissertação de mestrado foi sobre o Teias-Escola Manguinhos, que teve seu início durante sua gestão na ENSP. Certamente será uma grande perda para todos nós, para a Fiocruz, para o SUS e para a temática que versa sobre o controle e a participação na saúde. Vou lembrar dele com uma pessoa que despertou em mim a paixão pelo tema através de seus textos que serão imortais.
Marcela Vieira
sex, 11/06/2021 - 15:34
Ivo não era um, era muitos. Cada um de nós tem lembranças de um (ou uns) Ivo. Um Ivo eu conheci na SES. Eu chegando desesperada de Nova Iguaçu, onde era supervisora da campanha de vacinação. EU: "Ivo, deu tudo errado, não vamos vacinar a meta, a população está p da vida, filas enormes, faltou..." E ele: "calma, vai tudo dar certo". E logo depois, "mas você gosta de uma confusão rsrsrs". Não gostei do comentário. Mas acalmei. E deu tudo certo. Tenho lembranças de outro Ivo, diretor da ENSP no CD da escola (eu era chefe de depto), provocador toda vida. Fazia a gente pensar, sair do conforto, respirar fundo e ir em frente. Um e muitos. Sempre rindo e fazendo rir. Sempre brilhante! SAUDADE.
Marilia Sá Carvalho
sex, 11/06/2021 - 15:19

Páginas

Voltar ao topoVoltar