Início do conteúdo

Mural de homenagem a Antônio Ivo

Protagonista na história de construção do Sistema Único de Saúde (SUS) e do movimento da Reforma Sanitária, Antonio Ivo de Carvalho faleceu na quinta-feira (10/6). Formado em medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1974, Antonio Ivo era Mestre em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública, quando defendeu em 1994 a dissertação Conselhos de Saúde no Brasil, foi diretor da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp) por nove anos, entre 2004 a 2013, e coordenador do Centro de Estudos Estratégicos (CEE) no período de 2014 a abril de 2021. 

Antonio Ivo também foi chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) durante a gestão Sérgio Arouca (1987) e subsecretário durante a gestão de José Carvalho de Noronha (1988-90); além de vice-presidente do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e integrante do Conselho Consultivo da entidade. Referência no campo da saúde pública no país, professor, pesquisador e exemplo no trato pessoal e profissional, teve como sua marca a inovação nas práticas de gestão, a generosidade e a abertura ao diálogo e ao debate de ideias. 

O velório ocorre nesta sexta-feira (11/6), ao meio-dia, na Capela Premium A do Crematório São Francisco Xavier, no Caju. E a cremação será às 14h.

Neste espaço serão reunidas as homenagens de colegas e Unidades da Fiocruz ao professor, gestor e pesquisador. 

Deixe sua mensagem

CAPTCHA
Este campo é para verificar se o formulário está sendo enviado por uma pessoa.

Mural de mensagens

De tudo que li me emocionei muitíssimo, fatos conhecidos e descobertas, me marca sempre a porta aberta, efervescência de ideias atores, falas curtas precisas, reconhecimento do outro sempre: “vida de sanitarista” Assim a exemplo de sua liderança a frente da ENSP , transformou o andar do prédio da expansão: ia periodicamente ver Ivo, Edna e tantos outros pesquisadores internos externos , convidados etc etc,. Encontro que ele sempre protagonizava . Um ciclo que vem se fechando 🌹que a inspiração e a memória fiquem com os que estão e virão…
Monica Martins- ENSP
sab, 12/06/2021 - 17:22
Foi no início da gestão de Antônio Ivo que a comunicação institucional ganhou novos contornos na Ensp. Era o ano de 2005 quando recebi o convite de Ana Furniel para integrar sua equipe. Um importante desafio para uma jornalista egressa da grande imprensa, com passagem pelo congresso interno e pelo portal Fiocruz. Ana e Antônio Ivo confiaram em mim. E isso fez toda diferença. Foi na Ensp e sob o olhar atento de Antônio Ivo que aprofundei meus conhecimentos em saúde pública e sobre o SUS. A Ensp foi minha escola, e Antônio Ivo, um dos mestres mais destacados na minha formação. Foram quase nove anos de trabalho e parceria, que acabaram me capacitando para novos voos. À Ana Furniel, minha solidariedade e meu carinho; a Antônio Ivo, minha admiração e gratidão eterna.
Elisa Andries
sab, 12/06/2021 - 13:21
A saúde coletiva está em luto! Anterior ao ingresso na Fiocruz já admirava o Antônio Ivo como um exemplo de sanitarista que aliava excelência técnica, ética e política. Para a minha alegria fui sempre acolhida por ele tanto no cotidiano do trabalho, mas também na amizade com o privilégio do convívio junto a sua querida e linda família. Ivo era o meu mestre, cultivava uma sensibilidade única em não hesitar o pensamento criativo, inovando pela busca da democracia na saúde e isso era muito presente pelas importantes críticas que fazia nos diálogos que tínhamos sobre educação e assistência. Com Ivo aventurei-me nos desafios ainda na ENSP da iniciativa do TEIAS Manguinhos, na gestão de Nova Iguaçu e no CEE na busca de novas tecnologias educacionais. Acredito que sua inteligência e afeto vão deixar muitas saudades. Adriana Coser Gutiérrez- Coordenadora do Fórum de Residências em Saúde da Fiocruz-VPEIC e Coordenadora adjunta do Mestrado Profissional em APS-ENSP/Fiocruz
Adriana Coser Gutiérrez
sab, 12/06/2021 - 06:28
Estou fora do Rio e somente, agora, soube da ida do Ivo. Muito triste por ele ir tão cedo. Era tão importante pra reconstrução do país, quando ela vier. O Ivo vai fazer muita falta… suas análises sempre tão inteligentes, oportunas e não pensadas antes por nós. Seu sorriso… tudo. Estou muito impactada e triste por não poder vê-lo mais. Ana, querida, imagino você. A saudade que sentirá dele. Vamos homenageá-lo por toda a sua vida e dedicação ao nosso povo despossuído. Viva Ivo! Encontre Arouca e todos os outros no céu e nos envie sempre energias pra sobrevivermos a tudo que estamos passando e termos forças pra recomeçar. Tchau, querido amigo!
Maria do Carmo Leal, da ENSP
sex, 11/06/2021 - 18:29
Tive o privilégio e honra de conviver e trabalhar com Antonio Ivo durante meus 20 anos de Fiocruz. Aprendi com um grande mestre a importância no nosso trabalho na Fiocruz para o fortalecimento do SUS e, principalmente, o respeito e o orgulho de ser um servidor público no seu sentido mais nobre de contribuir para qualidade de vida e de saúde da nossa sociedade.
Marcelo de Amaral Wendeling, da Fiotec
sex, 11/06/2021 - 18:25

Páginas

Voltar ao topoVoltar