Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Coronavírus: Perguntas e respostas

Compartilhar:

Esta página especial reúne as Perguntas e Respostas sobre o Coronavírus SARS-CoV-2 e a doença Covid-19 publicadas no Portal Fiocruz. Como se trata de uma doença recente, a cada momento novas descobertas estão sendo feitas. Por isso, as orientações técnicas podem mudar e é sempre importante verificar as datas de publicação dos conteúdos e buscar por informações atualizadas em sites de instituições confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Fiocruz.

Navegue, tire suas dúvidas e compartilhe conteúdo de qualidade. 

Para mais informações, entre em contato pelo Fale Conosco da Fiocruz.

Sugestão, reclamação, solicitação ou elogio devem ser enviados para a Ouvidoria da Fiocruz por meio do formulário disponivel no sistema FalaBR.

 

Mais sobre Covid-19 no Portal Fiocruz

Conheça os ensaios clínicos em andamento com candidatos a vacinas, os estudos pré-clínicos com novas alternativas e as últimas atualizações sobre a futura produção de vacina contra a doença na Fiocruz.

 

Confira as notícias, vídeos e novidades da Fiocuz sobre a pandemia, tire dúvidas e acesse material para compartilhar nas redes sociais.

 

Exibindo 50 de 123 perguntas encontradas
Opções avançadas

Se você voltou de viagem internacional, recomenda-se isolamento domiciliar voluntário por 7 (sete) dias após o desembarque, mesmo que não tenha apresentado os sintomas (...)

      • Prevenção
      • Transmissão / Infecção

Postos de saúde, em regiões que já identificaram transmissão comunitária de coronavírus, passam a adotar nova metodologia de atendimento (...) que irá acelerar o atendimento de casos suspeitos pelas equipes da Atenção Primária nos postos de saúde (...)

      • Tratamento

O vírus é muito novo. Os estudos são muito novos. Como todo vírus respiratório, a tendência dele é se espalhar mais em ambientes secos e com temperaturas mais baixas (...)

      • Transmissão / Infecção

O laboratório de referência da Fiocruz realiza testes em materiais que são coletados nas unidades de saúde e enviados para a Fundação Oswaldo Cruz pelos laboratórios centrais de saúde pública. A Fiocruz não realiza a coleta diretamente com os cidadãos. 

      • Diagnóstico

Preparações caseiras não possuem a certificação do InMetro, que garante a concentração correta do álcool no produto e a eficácia do mesmo. Adicionalmente, a manipulação de produtos inflamáveis em ambientes não seguros pode resultar em acidentes.
 

      • Boatos

A produção da Fiocruz é exclusivamente voltada para o Ministério da Saúde, que realiza a distribuição nacional para os laboratórios de referência. A Fundação Oswaldo Cruz não comercializa ou doa seus produtos para empresas particulares ou instituições públicas, exceto em casos de excedentes de estoque. 

      • Diagnóstico

Nos casos leves, em que a pessoa infectada passou por isolamento domiciliar de 14 dias e não apresenta mais sintomas e, nos casos graves, após o exame laboratorial indicar que não há mais vírus no organismo (...) (Atualizada em 5/2/2021)

      • Transmissão / Infecção

Não há nenhuma evidência de que a utilização de vitamina C, própolis ou outra substância protejam contra o novo coronavírus. Portanto uma alimentação saudável é muito mais recomendável. (Pergunta e resposta elaboradas a partir do Fale Conosco do portal Fiocruz)

      • Prevenção
      • Boatos

Revalidada em 4/2/2021: Em média, as pessoas começam a melhorar a partir do sétimo dia e ficam boas em cerca de 10 dias, devendo ficar isoladas no mínimo por até 14 dias após o início dos sintomas.

      • Sintomas e progressão

Não. A Organização Mundial da Saúde não disse que notas de dinheiro transmitem Covid-19, nem emitiu avisos ou declarações sobre isso. A OMS recomenda que as pessoas lavem as mãos regularmente com água e sabão ou higienizador à base de álcool, para matar vírus que possam estar nas mãos.

      • Boatos

Revalidada em 9/2/2021: Pela relação sexual não, mas o beijo pode ser um transmissor do vírus.

 

 

      • Transmissão / Infecção

Não é necessário, basta lavá-las normalmente com água e sabão.

 

      • Prevenção

Sim, lavar as mãos com sabão é tão eficaz como o uso de álcool gel. Água sanitária não é recomendado.

 

      • Prevenção

O mais importante é que as mãos sejam bem esfregadas com sabão e não a quantidade de água utilizada.

 

Fonte: Campanha "Se liga no Corona!" - Fiocruz
 

 

      • Prevenção

Se alguém apresentar algum sintoma deve se isolar. É preciso designar locais onde o sintomático fique distante das outras pessoas e também é indicado o uso de máscaras cirúrgicas, se possível, ou conforme a orientação do Ministério da Saúde para máscaras compradas ou caseiras.

      • Prevenção

O perfex é poroso e não protege. Máscaras devem ser usadas, como recomenda a Organização Mundial de Saúde, mas mesmo as mais indicadas não impedem o contágio. A pessoa deve evitar ajeitá-las com as mãos sujas, uma vez que isso pode levar o vírus às mucosas.

      • Prevenção
      • Boatos

Pessoas com dificuldade respiratória têm prioridade porque não há kits suficientes para todos que procuram os serviços de saúde. O paciente que não tiver sintoma grave deve ficar em casa (...)

      • Diagnóstico

Sim. Não temos testes em quantidade suficiente para atender a demanda, então é possível que haja subnotificação. 
 

 


 

      • Diagnóstico

Pessoas com anemia falciforme, problemas respiratórios, fumantes de longa data, hipertensos, diabéticos, pessoas com doenças crônicas e idosos devem ter um cuidado ainda maior. 
 

 

      • Grupos de maior risco

Sim, a tuberculose e todas as outras doenças respiratórias. 
 

 

Fonte: "Campanha Se liga no Corona" - Fiocruz
 

      • Grupos de maior risco

É melhor esperar que a pessoa se cure do novo coronavírus. A vacina pode dar febre e outras reações que prejudicariam a pessoa infectada. (Pergunta e resposta elaboradas a partir do Fale Conosco do portal Fiocruz)

 

 

      • Quem deve tomar a vacina

 Não diretamente. A questão do tratamento deve ser observada, porque alguns tratamentos utilizam medicamentos que reduzem a imunidade e, se usadas por um longo tempo, podem colocar esta pessoa em uma situação de maior vulnerabilidade.

 

      • Grupos de maior risco

Evitar lotação é mais seguro para todos os envolvidos. É preciso usar máscara, evitar tocar boca e nariz, além de fazer a higienização das mãos assim que descer do veículo. (...)

      • Prevenção
      • Grupos de maior risco

Eles devem ficar em casa e os cuidadores precisam evitar o contato direto, como beijos e abraços. É importante, também neste caso, que os cuidados de higiene sejam seguidos à risca.

 

      • Prevenção
      • Grupos de maior risco

Sim, mata este e outros agentes infecciosos. Alimentos crus devem ser evitados porque não conhecemos a procedência e como foram manuseados (...) (Atualizada em 5/2/2021)

      • Prevenção

Páginas

Voltar ao topoVoltar