Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Coronavírus: Perguntas e respostas

Compartilhar:

Esta página especial reúne as Perguntas e Respostas sobre o Coronavírus SARS-CoV-2 e a doença Covid-19 publicadas no Portal Fiocruz. Como se trata de uma doença recente, a cada momento novas descobertas estão sendo feitas. Por isso, as orientações técnicas podem mudar e é sempre importante verificar as datas de publicação dos conteúdos e buscar por informações atualizadas em sites de instituições confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Fiocruz.

Navegue, tire suas dúvidas e compartilhe conteúdo de qualidade.

Para mais informações, entre em contato pelo Fale Conosco da Fiocruz.

Sugestão, reclamação, solicitação ou elogio devem ser enviados para a Ouvidoria da Fiocruz por meio do formulário disponivel no sistema FalaBR.

 

Mais sobre Covid-19 no Portal Fiocruz

Conheça os ensaios clínicos em andamento com candidatos a vacinas, os estudos pré-clínicos com novas alternativas e as últimas atualizações sobre a futura produção de vacina contra a doença na Fiocruz.

 

Confira as notícias, vídeos e novidades da Fiocuz sobre a pandemia, tire dúvidas e acesse material para compartilhar nas redes sociais.

 

Exibindo 75 de 98 perguntas encontradas
Opções avançadas

Atualizado em 29/04/2022: Todo e qualquer remédio deve ser sempre receitado por um médico. Por isso, procure orientação médica se você achar que está com sintomas da Covid-19. Além disso, não interrompa o uso de remédios de uso frequente, para tratamento de outras doenças, sem antes falar com o seu médico.

 

      • Tratamento

Atualizado em 29/04/2022: É pouco provável. Se você teve um caso leve a moderado e não possui mais sintomas da Covid-19, você não transmite mais o vírus após o período indicado de isolamento de 14 dias (quarentena). Nos casos graves, é importante fazer exame para verificar se o vírus ainda está no corpo da pessoa.

 

      • Transmissão / Infecção

Atualizada em 29/04/2022:  Sim, no site  https://coronavirus.saude.gov.br/, do Ministério da Saúde, você encontra informações sobre a pandemia como boletins epidemiológicos, painéis sobre a situação do Brasil e dos estados, publicações e documentos sobre o coronavírus, entre outros.

      • Diagnóstico

Atualizado em 29/04/2022: A transmissão se dá por secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse e catarro. Por isso, evite o contato pessoal próximo com beijo, toque ou aperto de mão. O uso da máscara é importante para que essas gotas que liberamos ao falar, tossir ou espirrar não contaminem outras pessoas.

      • Transmissão / Infecção

Usar máscara e lavar as mãos com água e sabão é uma medida essencial, mas há outras orientações (...) (Atualizada em 29/04/2022)

      • Prevenção

Atualizado em 29/04/2022: O Ministério da Saúde oferece à população, de forma gratuita, o Disque Saúde (número 136), o chat (https://coronavirus.saude.gov.br/) e o WhatsApp (61 9938-0031). Estes serviços ajudam a identificar se você precisa buscar um médico.

      • Transmissão / Infecção

Dormir e se alimentar bem. Cuidados de higiene das mãos, evitar tocar o rosto. A pessoa que sai de casa deve estar mais atenta e cuidadosa, usando por exemplo máscara.

 

      • Prevenção

Revalidada em 29/04/2022 - Os idosos devem ficar em casa e os cuidadores precisam evitar o contato direto com eles, com beijos e abraços. É importante também, neste caso, que os cuidados de higiene sejam seguidos à risca.

 

      • Prevenção
      • Grupos de maior risco

Atualizado em 29/04/2022: Uma das melhores maneiras de se proteger é mantendo distância de outras pessoas. Por isso, o ideal é que os passageiros não fiquem muito próximos. Você deve manter distância especialmente de pessoas que apresentem sintomas de gripe como espirro ou tosse. 

 

      • Prevenção

Porque todas as pessoas podem ter um papel na transmissão. Quando não há isolamento, a transmissão do vírus tende a aumentar com muita rapidez. (...)

      • Prevenção
      • Grupos de maior risco

Atualizado em 29/04/2022: Se algum dos moradores da casa apresentar sintomas, ele deve se isolar. O ideal é escolher um local da casa para servir de isolamento para a pessoa doente. Também é indicado o uso de máscaras cirúrgicas, se possível, ou de máscara comprada ou caseira conforme a orientação do Ministério da Saúde.

      • Prevenção

Atualizado em 29/04/2022: Lave bem as mãos com água e sabão ou use álcool em gel 70%. O uso de máscaras também é importante, tanto para você quanto para a outra pessoa. Lave bem as mãos com água e sabão ou use álcool em gel 70%. O uso de máscaras também é importante, tanto para você quanto para a outra pessoa. 

      • Grupos de maior risco
      • Prevenção

Sim. E só é preciso lavar as mãos se houver contato externo. Frutas, legumes e verduras devem ser colocados em uma solução de água sanitária (...)

      • Prevenção

Evitar lotação é mais seguro. É preciso usar máscara, evitar tocar boca e nariz, além de fazer a higienização das mãos ao descer do veículo. (...)

      • Prevenção
      • Grupos de maior risco

Atualizada em 29/04/2022: As pessoas com essas doenças de pele não fazem parte do grupo de risco. Mas é importante ficar atento à questão do tratamento.

      • Grupos de maior risco

Atualizado em 29/04/2022: Mantenha uma alimentação saudável, pratique exercícios físicos, não fume, não use drogas e não consuma bebidas alcoólicas. Faça o que lhe dá prazer, mas evite comportamentos que possam lhe colocar em risco e locais com muita gente (aglomeração).

 

      • Prevenção

Atualizado em 29/04/2022: Se você fica exposta a muitas pessoas no seu trabalho, use máscara e mantenha uma distância mínima de um metro das outras pessoas. Evite o contato físico direto, com beijos, abraços e apertos de mão, e não compartilhe objetos. Além disso, higienize objetos e locais compartilhados com frequência.

      • Transmissão / Infecção
      • Prevenção

Revalidada em 02/05/2022: O uso de um produto de limpeza é suficiente. Cuidado com a mistura de vários produtos diferentes, pois podem ocorrer reações químicas e liberação de substâncias tóxicas.

      • Prevenção

Se possível, destine apenas um cômodo da casa para essa pessoa ficar enquanto permanecer com sintomas e mantenha o espaço bem ventilado. É importante que ela utilize máscara e não receba visitas, assim como não deve compartilhar pratos, copos ou talheres. Além disso, é importante que todos lavem as mãos, várias vezes durante o dia.

      • Grupos de maior risco
      • Prevenção

Atualizado em 03/05/2022: Não. Se você não é idoso e não possui doenças pré-existentes, como diabetes, pressão alta, entre outras doenças que o torne vulnerável à Covid-19, você não é considerado do grupo de risco. Mas lembre-se: qualquer um é capaz de transmitir o vírus para outras pessoas.

      • Grupos de maior risco
      • Prevenção

Atualizado em 03/05/2022: Sabemos que este é um grande desafio. Mas é preciso buscar alternativas para que você e seus familiares possam se proteger. Para isso, o ideal é que as pessoas que tenham qualquer sintoma (febre, tosse, nariz escorrendo etc.) não tenham contato com os outros moradores da casa e que usem máscara todo o tempo....

      • Prevenção

Atualizado em 03/05/2022: Sim, fumar danifica os pulmões e outras partes do corpo e por isso a pessoa pode desenvolver formas graves da Covid-19.

 

      • Grupos de maior risco

Atualizado em 03/05/2022: Não. O novo coronavírus que está causando a atual pandemia faz parte de uma grande família de vírus, mas é bastante diferente geneticamente de outros coronavírus que já atingiam animais e seres humanos anteriormente.

      • Mitos e verdades
      • Prevenção

Atualizado em 03/05/2022: Deve ser um período de isolamento domiciliar (em casa), evitando contato também com os outros moradores da casa, especialmente se forem idosos ou pessoas com doenças crônicas. É preciso usar máscara cirúrgica, não compartilhar objetos e lavar frequentemente as mãos.

      • Prevenção
      • Sintomas e progressão

Não. Especialistas alertam que pessoas com doenças pré-existentes não devem interromper seus tratamentos sem antes falar com o médico responsável.

      • Grupos de maior risco

Páginas

Voltar ao topoVoltar