Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Vacinação, avanços e desafios é o tema do Sala de Convidados


29/10/2019

Fonte: Canal Saúde

Compartilhar:

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Brasil existe há 45 anos (desde 1973) e é considerado pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) referência internacional de política pública de saúde. A população tem acesso gratuitamente a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o país já erradicou doenças, por meio de vacinação, como varíola, febre amarela, sarampo, rubéola e poliomielite.

Mas se a situação já foi essa até bem pouco tempo, a realidade atual assombra os brasileiros com a volta de algumas dessas doenças. O Brasil perdeu o certificado de eliminação do sarampo. A doença retornou e tem sido a causa de mortes em alguns estados. A paralisia infantil (poliomielite) é outra ameaça. Como a erradicação não é mundial, o vírus continua a existir e a migrar de país para país através de pessoas contaminadas. E a febre amarela matou cerca de 700 pessoas, entre dezembro de 2016 e março de 2018, por transmissão silvestre.

A população está deixando de se vacinar. Apesar das inúmeras campanhas do governo federal, o Ministério da Saúde não tem conseguido atingir as metas de cobertura vacinal no país. Um grave problema de saúde pública, que será discutido ao vivo na próxima quinta (31), às 11h, no programa Sala de Convidados.   

Dicas importantes

O programa mudou para às quintas-feiras, mas continua ao vivo no mesmo horário, das 11h às 12h. Outra mudança importante é para quem assiste por meio de antena parabólica. O Canal Saúde está em nova frequência, 3675 e com novo symbol rate, 4400. É necessário alterar essas configurações no receptor da parabólica para manter a sintonia no canal. Veja a seguir todas as formas de acesso ao Canal Saúde e como é possível o espectador ajudar a fazer o programa no dia.

Sobre o Sala de Convidados

Programa ao vivo, inédito toda quinta-feira, das 11h às 12h. Os temas em geral são factuais, relacionados às políticas públicas na área da saúde e a participação do espectador pode ser antecipada ou no dia com perguntas através do número 0800 701 8122, pelo WhatsApp 21 99701- 8122, pelas redes sociais do Canal Saúde ou pelo e-mail canal@fiocruz.br

Como assistir

Televisão: canal 2.4, no Rio de Janeiro e em Brasília e 62.4, em São Paulo, na multiprogramação da TV Brasil, no Sistema Brasileiro de TV Digital (também é acessível para celulares com TV); em todo o Brasil por antena parabólica digital (frequência 3675). Internet: acesse o site do Canal Saúde e clique em Assista Agora na página principal (acessível por computadores e dispositivos móveis). Aplicativo: baixe o app do Canal Saúde em um dispositivo móvel e assista aos programas em tempo real.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar