Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Fiocruz recebe Medalha do Mérito Universitário da UFPI


07/11/2022

Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Compartilhar:

O Conselho Universitário (Consun) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) homenageou, nesta segunda-feira (7/11), a Fiocruz com a entrega da Medalha do Mérito Universitário. A sessão solene ocorreu no Cine Teatro, localizado no Espaço Rosa dos Ventos, e contou com a presença da Presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, que recebeu a homenagem. Na ocasião, o reitor Gildásio Guedes, presidente do Consun, esteve à frente da solenidade com a presença do vice-reitor Viriato Campelo e demais integrantes do Conselho Universitário.

Presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima recebeu (7/11) da UFPI a Medalha do Mérito Universitário concedida à Fiocruz (foto: UFPI)

 

Para Nísia Trindade Lima, a homenagem simboliza o reconhecimento de um trabalho de longos anos da Fiocruz e principalmente das parcerias na UFPI que vão desde a área da saúde da família até o campo da pesquisa biomédica. “Somos gratos pela homenagem; a ponte entre ciência e educação sempre é edificante para o desenvolvimento do país. Acreditamos que reforçar as parcerias é necessário para pensarmos no futuro da ciência”, declarou Nísia Trindade. 

Jacenir Reis, coordenadora da Fiocruz Piauí, também esteve presente na ocasião e acentuou o papel significativo da unidade da Fundação no estado. “Aqui no Piauí, desde 2013 estamos ampliando e ativando essas parcerias com as universidades e instituições do Estado com a missão de vigilância entomológica, vigilância genômica e vigilância materno-infantil, colaborando no estabelecimento de uma infraestrutura de pesquisa, desenvolvimento e inovação”, apontou.

Reitor da UFPI, Gildásio Guedes destacou a importância de homenagear a Fiocruz por todo o trabalho feito desde a sua fundação e principalmente no combate à Pandemia de Covid-19. “A UFPI reconhece a Fundação Oswaldo Cruz como uma das instituições mais conceituadas que promovem saúde e conhecimento por todo o país”, afirmou Gildásio.

Inaugurada em 1900, a Fiocruz foi criada inicialmente para fabricar soros e vacinas contra a peste bubônica e posteriormente foi uma peça fundamental para o desenvolvimento da saúde pública no país. No início do século 21, a Fiocruz protagonizou uma série de avanços científicos, como o sequenciamento do genoma do BCG, atuou como um dos principais centro de pesquisa e produtor de conhecimento na pandemia de influenza A(H1N1), na epidemia de zika e microcefalia de 2015/2016 e na pandemia de Covid-19.

A sessão solene também contou com a presença de outros pesquisadores da Fiocruz, professores e convidados (foto: Fiocruz Piauí)

 

Para a UFPI, a Fiocruz representa a força institucional de uma parceria existente há mais de 40 anos, que contribui para formação de recursos humanos e pesquisa em pós-graduação. Para o vice-reitor Viriato Campelo, autor da proposta de concessão de homenagem ao órgão, os anos de trabalho conjuntos entre as instituições foram imprescindíveis para que a UFPI e o Piauí tivessem resultados positivos na saúde. “A Fiocruz é uma das maiores instituições de pesquisa em saúde pública do Brasil e nossa instituição se sente honrada em sustentar essa parceria que fortalece o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação na área da saúde pública do Estado”, afirmou.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar