Início do conteúdo

Coronavírus: Perguntas e respostas

Compartilhar:

Esta página especial reúne as Perguntas e Respostas sobre o Coronavírus SARS-CoV-2 e a doença Covid-19 publicadas no Portal Fiocruz. Como se trata de uma doença recente, a cada momento novas descobertas estão sendo feitas. Por isso, as orientações técnicas podem mudar e é sempre importante verificar as datas de publicação dos conteúdos e buscar por informações atualizadas em sites de instituições confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Fiocruz.

Navegue, tire suas dúvidas e compartilhe conteúdo de qualidade. 

Para mais informações, entre em contato pelo Fale Conosco da Fiocruz.

Sugestão, reclamação, solicitação ou elogio devem ser enviados para a Ouvidoria da Fiocruz por meio do formulário disponivel no sistema FalaBR.

 

Mais sobre Covid-19 no Portal Fiocruz

Conheça os ensaios clínicos em andamento com candidatos a vacinas, os estudos pré-clínicos com novas alternativas e as últimas atualizações sobre a futura produção de vacina contra a doença na Fiocruz.

 

Confira as notícias, vídeos e novidades da Fiocuz sobre a pandemia, tire dúvidas e acesse material para compartilhar nas redes sociais.

 

Exibindo 125 de 154 perguntas encontradas
Opções avançadas

A Fiocruz, através da área de Farmacovigilância de Bio-Manguinhos, monitora continuamente o seu perfil benefício-risco, a partir de processos de detecção, avaliação, compreensão, prevenção e comunicação de eventos adversos - que consistem em qualquer ocorrência indesejável após a vacinação, não necessariamente relacionada ao uso da vacina.

O contato direto com o vírus pode gerar imunidade para algumas pessoas, porém, ainda não está estabelecido o nível de resposta imunológica, detectável em kits comerciais, que garanta proteção contra a Covid-19 e o tempo que durará esta proteção.

O adenovírus de chimpanzé é manipulado geneticamente para inserir o gene da proteína “Spike” (proteína “S”) do Sars-CoV-2. Depois de obtido, os adenovírus são amplificados em grande quantidade usando células cultivadas em biorreatores descartáveis. Estes adenovírus são purificados, concentrados e estabilizados para compor a vacina final.

Essa vacina usa a tecnologia de produção de um vetor viral não replicante, o adenovírus de chimpanzé, e produzida em biorreatores descartáveis.

A Fiocruz, por meio de Bio-Manguinhos, foi designada como a instituição com capacidade de avaliar as tecnologias em desenvolvimento.

A Farmacovigilância é um conjunto de atividades que visam o monitoramento contínuo do perfil benefício-risco de todos os produtos que Bio-Manguinhos fornece ao Sistema Único de Saúde (SUS).

      • Composição e segurança

Revalidada em 08/03/2021 - É importante a gestante procurar uma unidade de saúde imediatamente, para que ela possa ser avaliada, receba orientações e seja também monitorada por 14 dias.

      • Sintomas e progressão
      • Gestação e amamentação

Atualizado em 07/06/2021: Atualmente, não há evidências de que o consumo de álcool interfira na eficácia das vacinas Covid-19. A vacinação é considerada uma importante oportunidade para incentivar comportamentos positivos em relação à saúde da população.
 

Atualizado em 07/06/2021: O "período de incubação" se refere ao tempo entre a infecção do ser humano pelo vírus e o início dos sintomas da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), no caso da Covid-19 esse intervalo varia de 1 a 14 dias, geralmente ficando em torno de 5 dias.

 

      • Sintomas e progressão

Atualizado em 07/06/2021: Sim. Podem ocorrer algumas reações temporárias após a vacinação. As mais comuns são: dor de cabeça, enjoo, fadiga, calafrios ou sensação febril, dor muscular e sintomas no local da injeção (como dor, sensação de calor, vermelhidão, coceira e inchaço).

Atualizado em 07/06/2021: Para esclarecer essa dúvida, criamos uma arte com base em informações da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

      • Diagnóstico

Atualizado em 07/06/2021: As partículas virais liberadas com a saliva podem permanecer flutuando no ar por cerca de 40 minutos e até 2h30min. Os vírus que se depositam sobre uma superfície, dependendo das características dessa superfície, podem permanecer viáveis por algumas horas ou até dias.

      • Transmissão / Infecção

Atualizado em 07/06/2021: A primeira dose da vacina Fiocruz já confere altos níveis de proteção (76% de eficácia) que duram até três meses. Após esse período, com a dose de reforço, você ficará ainda mais protegido (82% de eficácia). Por isso, a recomendação da nossa vacina é de duas doses com esse intervalo entre elas.
 

COVID significa COrona VIrus Disease (Doença do Coronavírus), enquanto “19” se refere a 2019, quando os primeiros casos foram divulgados (...) (Revalidada em 4/2/2021)

      • O que é?

Atualizado em 07/06/2021: O ideal é considerar a indicação da quarentena a partir do resultado positivo desse teste, já que ele identifica a presença do material genético viral no organismo e a capacidade de transmissão do vírus.

      • Prevenção
      • Diagnóstico

Atualizado em 07/06/2021: O intervalo da vacina Fiocruz é de três meses. A primeira dose já confere altos níveis de proteção (76% de eficácia), que duram esse período. Com a dose de reforço, a pessoa fica ainda mais protegida (82% de eficácia).

Atualizado em 07/06/2021: Sim. Mesmo quem já teve Covid-19 deve ser imunizado. Nesses casos, é preciso aguardar um mês. A contagem vale a partir do primeiro dia de sintoma ou, em caso de assintomáticos, após o resultado positivo do exame RT-PCR. 
 

Atualizado em 07/06/2021: Não é recomendada a aplicação das vacinas simultaneamente, uma vez que não há estudos sobre a administração dos dois imunizantes juntos. Se a data marcada para sua vacina contra Covid-19 for no mesmo período da gripe, priorize a da Covid-19 e espere um intervalo mínimo de 14 dias para tomar a da gripe.
...

Atualizado em 07/06/2021: Porque, até o momento, não há dados disponíveis de segurança e eficácia da vacina para pessoas com menos de 18 anos. No entanto, a Universidade de Oxford já iniciou estudos clínicos com essa faixa etária. Se os resultados forem positivos, a vacina também passará a ser indicada para esse grupo.

Atualizado em 07/06/2021: Reduzir número de pessoas com sintomas, internações, casos graves e óbitos pela Covid-19. Com o tempo, esperamos também reduzir a circulação do vírus.
 

Atualizado em 07/06/2021: É qualquer problema de saúde que apareça após a vacinação, como dor de cabeça e febre. Mas isso não quer dizer que o sintoma esteja ligado à vacina.

Já se sabe que a transmissão se dá por contato com secreções contaminadas (...) O uso de máscara é fundamental para todos. (Atualizada em 5/2/2021)

      • Transmissão / Infecção

Ainda não há estudos específicos sobre a interação entre o novo coronavírus e a vacina da gripe (ou outras vacinas) em portadores assintomáticos, mas (...)

      • Complicações associadas à doença
      • Boatos

Atualizado em 07/06/2021: Deve ser um período de isolamento domiciliar, evitando contato também com os outros moradores da casa, especialmente se forem idosos ou pessoas com doenças crônicas. É preciso usar máscara cirúrgica, não compartilhar objetos e lavar frequentemente as mãos.

      • Prevenção
      • Sintomas e progressão

Atualizado em 07/06/2021: Neste momento, não se recomenda a administração simultânea da vacina Covid-19 com outras vacinas, considerando a ausência de estudos sobre isso.

Páginas

Voltar ao topoVoltar