Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

VPAAPS aprofunda integração com Observatório de Territórios Sustentáveis de Saudáveis da Bocaina 


15/09/2022

OTSS/VPAAPS

Compartilhar:

A equipe de coordenação da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz (VPAAPS) e convidados estiveram presentes em Paraty/RJ para uma visita de quatro dias - de 4 a 7 de setembro – ao Observatório de Territórios Sustentáveis de Saudáveis da Bocaina (OTSS), organização que também integra a vice-presidência. 


 
Criado em 2009 a partir de uma parceria entre a Fiocruz e o Fórum de Comunidades Tradicionais de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba (FCT), o OTSS é um espaço tecnopolítico de geração de conhecimento crítico, a partir do diálogo entre saber tradicional e científico, para o desenvolvimento de estratégias que promovam sustentabilidade, saúde e direitos para o bem viver de mais de 100 comunidades tradicionais situadas no litoral sul do Rio de Janeiro e no litoral norte de São Paulo.
 
A visita teve por objetivo atualizar o conhecimento sobre os projetos em desenvolvimento e revisitar práticas de organização e operação no território, o modelo de governança, processos gerenciais utilizados e metodologias de interação com os atores sociais locais, além de possibilitar a construção de estratégias e maior integração entre as áreas de atuação da VPAAPS. 
 
“A VPAAPS tem por finalidade promover a justiça socioambiental e o diálogo entre saberes, e esses também são objetivos centrais do OTSS. Para nós, é um aprendizado a construção dos saberes nos territórios levados para a Fiocruz e a contrapartida da Fiocruz no processo de formação junto aos territórios. É uma construção de conhecimento singular que levaremos para dentro de toda a instituição”, destaca Hermano Castro, Vice-Presidente da VPAAPS.
 
Visita técnica
 
Entre outras atividades, a equipe participou da inauguração do biossistema do restaurante comunitário do Quilombo do Campinho, tecnologia social utilizada para o reaproveitamento dos resíduos orgânicos e a produção de biofertilizantes e biogás.  A obra é fruto do "Curso Saúde em Territórios Tradicionais: Tecnologias Sociais em Saneamento”, realizado por meio de uma parceria entre a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) e o Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina (OTSS / VPAAPS).
 
A equipe de coordenação da VPAAPS também conheceu experiências como o Sistema Agroflorestal da Comunidade de São Gonçalo, que funciona como uma alternativa para restauração de áreas degradadas e recuperação biomas florestais; e os roteiros de Turismo de Base Comunitária da comunidade na Baia de São Gonçalo, que busca uma nova lógica turística que possibilite, ao mesmo tempo, geração de renda, respeito ao modo de vida e ao meio ambiente e a consolidação da luta em defesa do território tradicional.


 
As iniciativas e experiências do OTSS dialogam com a atuação da VPAAPS e reforçam uma nova forma de construir e planejar na perspectiva dos Territórios Sustentáveis e Saudáveis (TSS).
 
“Somos do movimento social de comunidades tradicionais, que tem seus princípios e formas de se organizar, de se autoidentificar e lutar por seus direitos. E a Fiocruz é uma instituição pública que trabalha focada na saúde e na pesquisa científica. Então temos diferenças, e nosso desafio é trabalhar essas diferenças e avançar naquilo que nos une, que é a busca de soluções tecnológicas para o desenvolvimento sustentável e que possibilitem a permanência das comunidades tradicionais em seus territórios”, completa Vagner do Nascimento, coordenador do FCT e coordenador geral do OTSS. 
 
Campus Avançado
 
Outro assunto discutido durante a visita técnica da VPAAPS foi a possibilidade da constituição de um Campus Avançado da Fiocruz na Bocaina a partir de uma articulação entre a VPAAPS, o FCT, o OTSS, a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Estadual Paulista (UNESP). Ainda em fase de articulação, este processo se tornou um dos Fatores Críticos de Sucesso (FCS) do planejamento estratégico do OTSS para o próximo biênio (2022 – 2022).
 
“Esse campus abre a possibilidade um laboratório territorializado para todas as unidades e campi de conhecimento da Fiocruz. E significa também um apoio institucional importante da Fiocruz para o modo de desenvolvimento dessa região dentro da perspectiva da Agenda 2030 e do olhar das comunidades tradicionais”, afirma Edmundo Gallo, Pesquisador Titular da Fiocruz e um dos coordenadores gerais do OTSS. 
 

Voltar ao topoVoltar