Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

11/06/2019

Reciis lança chamada pública para dossiê Saúde, etnicidades e diversidade cultural

Desenho de um rosto indígena pintado em um muro

Por: Roberto Abib (Icict/Fiocruz)

Até o dia 12 de agosto é o prazo de submissão de trabalhos inéditos para o dossiê Saúde, etnicidades e diversidade cultural: comunicação, territórios e resistências da Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde (Reciis). O periódico científico é editado pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) e a publicação está prevista para dezembro.

De acordo com os editores convidados Adriano De Lavor e Ana Lúcia Pontes, o dossiê pretende contar com contribuições multidisciplinares que discutam a determinação social da saúde dos diferentes grupos étnicos e as relações existentes. “Consideramos relevantes perspectivas que articulem questões da diversidade sociocultural, o direito à comunicação, às lutas por território e às estratégias de resistências de grupos étnicos”, destacam os editores.  

A Reciis é um periódico interdisciplinar trimestral de acesso aberto, revisado por pares e sem ônus para o autor. Publica textos inéditos e em fluxo contínuo de interesse para as áreas de comunicação, informação e saúde, em português, inglês ou espanhol. 

As informações para o envio de trabalhos estão disponíveis na Chamada Pública. No caso de dúvidas, escreva para o e-mail reciis@icict.fiocruz.br ou envie sua mensagem pelo messenger da página da revista no facebook

Sobre os editores

Adriano De Lavor é doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação e Saúde (PPGICS) do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). Suas pesquisas estão voltadas para os seguintes temas: comunicação, visibilidade social, políticas públicas e saúde, com foco nas populações em situação de vulnerabilidade e nas abordagens pós-coloniais. 

Ana Lúcia Pontes é doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz). Tem atuado com pesquisas qualitativas, formação profissional e projetos técnicos no âmbito da Saúde Indígena, principalmente na sua interface com as políticas públicas de saúde, perspectivas antropológicas dos modelos de atenção à saúde e formação profissional de Agentes Indígenas de Saúde.

Voltar ao topoVoltar