Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

17/06/2019

Pesquisador é eleito correspondente da Academia Internacional de História das Ciências

Marcos Cueto

Fonte: COC/Fiocruz

Editor científico da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, o historiador Marcos Cueto foi eleito membro correspondente da Academia Internacional de História das Ciências, que tem sede na Unesco, em Paris. Cueto também é pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) e professor do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS).

“Eu tomo esta eleição como um reconhecimento à crescente visibilidade internacional das pesquisas na Casa de Oswaldo Cruz e às pesquisas em história da ciência e da saúde feitas na América Latina, que tem como um de seus meios de expressão principais a revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos”, disse Cueto citando a publicação editada pela COC, que completa 25 anos em 2019.

Cueto, que é peruano, foi eleito junto com os brasileiros Silvia Figueroa e Luiz Carlos Soares. Os três correspondentes brasileiros juntam-se aos historiadores Sérgio Nobre (2002) e Ubiratan d’Ambrosio (2010), todos sócios da Sociedade Brasileira de História da Ciência (SBHC), além de Carlos Henrique Barbosa Gonçalves.

A Academia foi criada durante o 6º Congresso de Ciências Históricas, promovido em Oslo, Noruega, em 1928, na esteira do crescimento do campo da história das ciências no século 20. Essa época foi marcada pelo surgimento de inúmeras revistas especializadas logo depois da Primeira Guerra Mundial.

Voltar ao topoVoltar