Início do conteúdo

Lançada nova edição do Radar Covid-19 Favela


03/03/2021

Por: Nathalia Mendonça (Cooperação Social da Fiocruz)

Compartilhar:

Radar Favela Covid-19 - edição 7
A sétima edição do Radar Covid-19 Favela traz o especial Vacina para as favelas e periferias com textos sobre o direito à vacinação. A seção Debates discute a volta às aulas a partir do ponto de vista do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe/RJ) e do Movimento de mães, pais e responsáveis pela escola pública municipal carioca (MovEM-RIO). 

A seção Megafone traz denúncias de famílias vítimas de um incêndio em ocupação no sub-bairro Jesuítas - Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro -, que ainda aguardam solução definitiva e o aluguel social prometido pela Prefeitura do Rio. O dia 10 de fevereiro entrou no calendário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) como dia de mobilização para o enfrentamento da Covid-19 nas favelas. 

Ainda no Megafone: coletivos e instituições reunidos no Painel Unificador Covid-19 Favelas lançou a campanha Vacina para a favela, já com objetivo de garantir acesso prioritário à vacina nas favelas; Coalizão Negra Por Direitos realiza manifestações denunciando impactos desiguais da pandemia; Relatório do Colégio Nacional de Defensores Públicos (Condege) afirma que 83% das pessoas presas injustamente pelo reconhecimento fotográfico da polícia do Brasil são negros; e, por fim, familiares de Ray Pinto Faria, morador do Morro do Fubá, na Zona Norte, acusam a polícia militar pela morte do adolescente de 14 anos. 

Em O que tá pegando nas favelas?, o texto Mobilização pela reabertura da UPA Manguinhos, de autoria da jornalista de Manguinhos Renata Dutra, abre o caderno com o ato pela volta do funcionamento da unidade que se encontra fechada há 44 dias e já deixou de realizar cerca de 17,6 mil atendimentos. O texto Saneamento e Habitação Saudável, da mesma autora, traz detalhes sobre o debate realizado na Plataforma Cidades em Movimento no dia 27 de janeiro e que integra a programação dos encontros preparatórios para o Congresso da União Internacional dos Arquitetos (UIA 2021). A Redes da Maré trata no informativo sobre a Arguição de Descumprimento de Preceitos Fundamentais 635, conhecida como “ADPF das Favelas”, que tem como objetivo reduzir danos e riscos durante a atuação de agentes de segurança pública. O texto de Vanielle Bethania apresenta a atuação da organização Lata Doida que articulou uma rede local com moradores e coletivos e ampliou o alcance de suas ações durante a pandemia, além de ter produzido novos videoclipes de músicas. 

Em Movimentos sociais o informativo repercute o ato-live organizado pela equipe do informativo Radar Covid-19 Favela, Observatório Covid-19 Fiocruz, Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade da Fiocruz Amazônia e Cooperação Social da Fiocruz em parceria com movimentos sociais e organizações populares do Rio de Janeiro e Amazonas, que pode ser consultado na íntegra no canal da plataforma Cidades em Movimento.

O Especial Vacina Para as Favelas e Periferias encerra a sétima edição do informativo. Os textos A Pandemia da Covid-19 no contexto das favelas e o direito à vacinação e Território impactado pelo distrito industrial deve ser priorizado na vacinação apresentam as demandas de moradores dos territórios mais afetados pelas consequências do novo coronavírus.  O contexto histórico de falta de políticas públicas em habitação, problemas relacionados ao saneamento, fornecimento de água e elevado número de pessoas por habitação estão por trás das articulações mais amplas realizadas para defender o direito à vacinação da população mais vulnerabilizada social e ambientalmente.

O texto É tudo pra ontem! deriva de um trecho da fala de Marina Ribeiro, da Coletiva Popular de Mulheres e Teia de Solidariedade da Zona Oeste, durante uma roda de conversa virtual organizada pela equipe do informativo Radar Covid-19 Favela. Marina afirma a importância de reforçar a questão da renda básica emergencial, além disso, defende uma campanha que discuta a importância da vacinação para todas as pessoas.

O Radar Covid-19 Favela usa como base de coleta dos relatos as mídias sociais de coletivos de favelas cariocas, o contato direto com moradores, lideranças e movimentos sociais e busca sistematizar, analisar e disseminar informações sobre a situação de saúde nos territórios em foco em cada edição. Lideranças e comunicadores populares podem enviar sugestões de pauta, matérias e crônicas sobre a Covid-19 em seus territórios para o e-mail radar.covid19@fiocruz.br. O Radar Covid-19 Favelas e o Boletim Socioepidemiológico nas Favelas são iniciativas da Sala de Situação Covid-19 nas Favelas do Rio de Janeiro e podem ser acessados na página do Observatório Covid-19 da Fiocruz. 
 

Voltar ao topoVoltar