Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Fiocruz promove I Seminário Inova


10/09/2020

Cristiane Boar | VPPCB

Compartilhar:

O Programa Inova realizou nesta terça-feira (8) a abertura do I Simpósio Inova Fiocruz objetivando ampliar a interação entre pesquisadores e os coordenadores dos projetos e equipes vinculados aos primeiros editais lançados pelo Inova, em 2018. Os editais Ideias Inovadoras, Produtos Inovadores, Geração de Conhecimento e Geração de Conhecimento - Novos Talentos estarão representados no evento das próximas semanas.

O encontro, idealizado pelas das vice-presidências de Produção e Inovação em Saúde (VPPIS) e de Pesquisa e Coleções Biológicas (VPPCB), que seria realizado no campus Manguinhos, em março, foi adiado por conta da pandemia e acontece virtualmente até o dia 23 de setembro, com painéis divididos em várias áreas temáticas que melhor representam o conjunto de projetos por afinidade, são elas: Tratamento, Acesso, Soluções Digitais, Diagnóstico, Métodos Alternativos, Toxicologia e Segurança, Nanomateriais, Resistência Antimicrobiana, Terapia Gênica, Saúde, Violência e Juventude, Metagenômica e Microbioma, Modelos de Estudo de Doenças Infecciosas e Novas Terapias, Vigilância, Estratégias Inovadoras Para Territórios Saudáveis e Saúde Pública, Neurociências e Imunometabolismo, 3D, Nano+, Abordagens Inovadoras no Estudo de Leishmanioses, Câncer e Vacina.

A mesa de abertura foi transmitida ao vivo pelo canal oficial da Fiocruz no YouTube e contou com as participações da Presidente da Fundação, Nísia Trindade Lima e com os  vice-presidentes de Pesquisa e Coleções Biológicas (VPPCB), Rodrigo Correa Oliveira, de Produção e Inovação em Saúde (VPPIS), Marco Krieger e Gestão e Desenvolvimento Institucional (VPGDI), Mário Moreira, além de representantes da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (SCTIE/MS) e contou com a mediação da coordenadora do Canal Saúde, Márcia Correa e Castro.

A realização do Simpósio é uma forma de fortalecer a política de inovação da Fiocruz, como destaca a presidente Nísia.  “O Inova reforça que nosso programa trabalha com uma visão abrangente de inovação e como todo programa de indução, é bem sucedido e consegue apontar caminhos e mostrar tendências que estão em curso na sociedade e na comunidade científica. Esse edital foi construído com colaboração de muitas pessoas, pois não é possível pensar inovação de forma isolada”. 

Nísia aproveitou a abertura do Simpósio ao público e anunciou a chegada de novas oportunidades por meio do Inova. “A integração de áreas é considerada fundamental e na sexta-feira (11), no Programa Sexta de Conversa, vamos lançar a abertura de outros editais que vão levar resultados para toda a população. Teremos o Inova Equipamentos, Inova Gestão e um Inova para Territórios no contexto da Pandemia.”

O enfrentamento à pandemia também foi destaque da parceria com a SCTIE/MS, como aponta a chefe de gabinete Ana Paula Telles. "Estamos em uma ação conjunta com a Fiocruz, tanto na questão do enfrentamento à Covid, quanto na inovação e movimento científico tecnológico. Trata-se de uma iniciativa de ideias para chegar à solução. Isso é muito relevante para o Sistema Único de Saúde (SUS) e para o cidadão, que poderá se beneficiar de todo esse esforço e integração para pesquisa e empreendedorismo. O programa é completo. Espero que esse compartilhamento de experiências do que está sendo produzido possa dar frutos e servir como base para ações estruturantes".

A cadeia de inovação da Fiocruz permite que a pesquisa básica da instituição chegue à sociedade, inclusive em forma de produto, como relata Marco Krieger. “Tivemos chamadas especificas para permitir o estabelecimento de projetos voltados para provas e conceitos. Os editais Inova permitem que projetos que ainda não estavam tão maduros, possam chegar à ideias inovadoras e produtos inovadores de uma forma integrada e temos o fortalecimento da integração de unidades de pesquisa com unidades industriais."

A abertura do I Simpósio destacou a união no combate ao coronavírus e a força do movimento institucional organizado, já iniciado pelo Inova como explica Rodrigo Correa. “O Inova financiou vários projetos fundamentais e inovadores na área do combate à Covid-19. Além disso, o fato de a Fiocruz ter a rede de plataformas estruturada permitiu mobilizar toda a Fundação no diagnóstico molecular. Essa estrutura criou uma força institucional de grande relevância, com todo apoio do Ministério da Saúde, que não está presente apenas com os financiamentos, mas com ativa participação da equipe da SCTIE".

Para Mario Moreira a participação da sociedade aumentou a confiança no trabalho da Fiocruz. "Foi uma mobilização social impressionante em relação à busca de recursos para o combate à pandemia. Times de futebol, escolas de samba, comunidades e iniciativa privada. Um espectro largo da sociedade para contribuir com a Fiocruz, que trata com toda transparência. Até com os valores destinados pelo Ministério da Saúde e Medidas Provisórias", ressalta Mario.

Destaque para mulheres na ciência

O primeiro painel de discussão apresentado, com projetos que estão nos editais contemplados desde 2018, foi o “Mulheres na Ciência”, com a coordenação da presidente Nísia Trindade e a participação de quatro pesquisadoras da Fiocruz. Denise Pimenta, do Instituto René Rachou (IRR), que apresentou o projeto “Evocando o legado de Virgínia Schall: memórias, ciência, saúde e educação para o SUS; Liliane Teixeira, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp) com o projeto “Ação educativa integradora das quebradeiras de coco babaçu no Maranhão dirigida à formação, ao fortalecimento da cadeia de valor e ao autocuidado da saúde”, Márcia Chame, da Presidência com o “ Estudo piloto da microdiversidade em ambientes extremos: um passo para a Fiocruz na Antártica” e Patrícia Shigunov do Instituto Carlos Chagas (ICC) e o projeto “Edição da mutação causadora da fibrose cística em células-tronco adultas humanas para uso em terapia gênica celular”. As participantes relataram detalhes de suas pesquisas e destacaram a importância da discussão de gênero nas instituições.

Para acessar a gravação da cerimônia de abertura e toda a programação do I Simpósio Inova Fiocruz clique aqui.

Voltar ao topoVoltar