Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

"Criança do Ano” da revista Time vai para menina e inventora


16/12/2020

Simone Kabarite

Compartilhar:

Aplicativos que usam inteligência artificial para combater problemas variados, como dependência em opioides, poluição de água potável e até cyberbullying. Estas foram as invenções criadas por Gitanjali Rao, nascida no Colorado, nos Estados Unidos, estudante do segundo ano do Ensino Médio de uma escola especializada nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Ela é a criadora do Kindly, um aplicativo que, por meio de inteligência artificial e reconhecimento de palavras, ajuda a detectar bullying na internet. Gitanjali Rao superou mais de 5 mil indicados por seu surpreendente trabalho. O primeiro é um produto que oferece, por meio de estudo genético, o diagnóstico de vício em opioides em estágio inicial. O outro projeto de Gitanjali consiste na formulação de uma forma fácil e acessível de detectar contaminantes, como parasitas, por exemplo, em água potável. A ideia é oferecer uma alternativa barata para pessoas que vivem em países em desenvolvimento.

Gitanjali quer agora criar uma verdadeira comunidade de jovens cientistas e inventores. Ela afirma que seu desejo é que o trabalho que todas as outras crianças desenvolvem identifique a inovação como uma necessidade, e não somente como uma escolha.

* Com informações de Aventuras da Ciência do Uol

Voltar ao topoVoltar