Início do conteúdo

Covid-19: Fiocruz lança ações de apoio a populações vulneráveis


14/04/2020

Luiza Gomes (Coordenação de Cooperação Socia/Fiocruz)

Compartilhar:

Com o objetivo de frear o contágio pelo novo vírus entre as populações e territórios mais expostos à contaminação, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou no dia 9/4 a Covid-19: Chamada Pública para Apoio a Ações Emergenciais junto a Populações Vulneráveis e a campanha de informação e comunicação Se Liga no Corona! - voltada para favelas e periferias. 

A chamada pública irá financiar projetos em todo território nacional que contribuam para prevenir o contágio entre esses grupos sociais ou garantir condições mínimas de sobrevivência a famílias impactadas economicamente pelas medidas de isolamento social em vigência. As propostas poderão se encaixar em três faixas: com orçamento até R$10.000; até R$25.000; e até R$50.000. Os projetos devem se vincular a pelo menos uma das cinco áreas de interesse: segurança alimentar; comunicação; saúde mental; assistência específica a grupos de risco; e ações que facilitem o cumprimento das medidas de afastamento social e higiene pessoal e coletiva anunciadas pelas autoridades públicas.

Ao todo, estão disponíveis R$ 600.000,00 recebidos de doadores e destinados à Fiocruz para investimento em ações emergenciais de enfrentamento à pandemia de Covid-19. O edital foi direcionado às organizações da sociedade civil sem fins lucrativos com histórico comprovado de atuação junto a populações vulneráveis e também os coletivos sem personalidade jurídica atuantes em territórios socialmente vulneráveis, desde que os projetos fossem apresentados por instituição parceira legalmente constituída.

“Em um país com enormes desigualdades como o Brasil, precisamos olhar para as realidades sociais de cada território. A epidemia não chega da mesma forma para todos e as estratégias de contenção precisam ser diferentes. A chamada pública vai destinar os recursos recebidos por doações para organizar uma resposta emergencial para populações mais vulneráveis. Com isto, a Fundação espera cumprir o papel que vem desempenhando há 120 anos de promover saúde pública para toda população”, afirmou a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima.

Se liga no Corona!
A data também marcou o lançamento da campanha multimídia de prevenção ao Covid-19 nas favelas, promovida pela Fiocruz, a Redes da Maré e as organizações de Manguinhos. A iniciativa visa difundir informações confiáveis adaptadas ao contexto das periferias em diversos formatos, como rádionovelas, spots para carros de som, peças e vídeos para mídias sociais e cartazes. O conteúdo produzido pela campanha ficará disponível para download no Portal Fiocruz e no Maré Online para o uso e a livre distribuição por parte de coletivos, organizações e indivíduos. Nas comunidades da Maré e de Manguinhos, os materiais serão difundidos em rádios comunitárias, estabelecimentos comerciais, pontos de ônibus e moto-táxi, nas associações de moradores e em outras áreas de grande circulação. 

"Até o momento as orientações de prevenção têm se dirigido ao público de classe média: medidas de isolamento em quartos individuais, evitar aglomerações, álcool gel e outros exemplos. Mas nós sabemos que não é essa realidade da maioria da população. A campanha surge como um dos esforços da instituição, conjugado aos de nossos parceiros nas comunidades, para enfrentarmos juntos esse desafio”, pontuou Nísia. 

Entre os materiais, constam protocolos de higiene para a entrega e recepção de cestas básicas; cartazes com orientações sobre distância mínima entre pessoas em locais públicos; vídeos de perguntas e respostas com especialistas; além de tema para foto de perfil no Facebook, peças adaptadas para stories e feed do Instagram, capa para Facebook e Twitter, entre outros. 

Selo Fiocruz Tá Junto
A campanha Se Liga no Corona! lança também um selo de validação de materiais de comunicação produzidos por organizações comunitárias parceiras. As peças enviadas pelas organizações à equipe da campanha terão seu conteúdo submetido a especialistas da Fundação Oswaldo Cruz e, se procedentes, receberão o selo Fiocruz Tá Junto, oferecendo ao material uma chancela científica. 

A campanha Se Liga no Corona! é fruto da articulação entre a Fiocruz, a Redes da Maré, o Conselho Comunitário de Manguinhos, o Conselho Gestor Intersetorial (CGI-Teias Manguinhos), a Comissão de Agentes Comunitários de Saúde de Manguinhos (Comacs), o Coletivo Favelas Contra o Coronavírus, o Jornal Fala Manguinhos! e o sindicato dos trabalhadores da Fiocruz (Asfoc-SN). 

Voltar ao topoVoltar