Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Programas especiais


Ajuda humanitária ao Haiti

A iniciativa em favor do fortalecimento do Sistema de Saúde do Haiti integra o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, a Escola Nacional de Saúde Pública e o Canal Saúde no âmbito do Programa de Cooperação Tripartite (Brasil - Cuba – Haiti), que abarca o período de 2011 a 2013, por meio quatro programas:

  • Formação de Recursos Humanos em Saúde;
  • Vigilância Epidemiológica e Programa de Vacinação;
  • Informação e Comunicação Inter-Projetos;
  • Comunicação e Mídias.

Determinantes sociais da saúde

Como instituição estratégica de Estado para a saúde, a Fiocruz assumiu, no Brasil, a coordenação da Conferência Mundial sobre Determinantes Sociais da Saúde (CMDSS), promovida pela OMS no Rio de Janeiro, em outubro de 2011. O evento reuniu, aproximadamente, mil participantes de todo o mundo, entre chefes de Estado, pesquisadores e representantes de movimentos sociais, e resultou no lançamento da Declaração do Rio sobre Determinantes Sociais de Saúde, documento político assinado por 120 países

União Europeia-América Latina e Caribe Saúde (EU-LAC Health)

O EU-LAC Health, coordenado no Brasil pelo Cris, é um projeto financiado pela Comissão Europeia que propõe a definição detalhada de um plano (roadmap) para orientar formuladores de políticas públicas e outras partes interessadas sobre as ações futuras de apoio à cooperação em pesquisa em saúde entre os países da América Latina, do Caribe e a União Europeia. Seu principal objetivo é proporcionar aos formuladores de políticas e entidades financiadoras de pesquisa e desenvolvimento novos insights sobre a melhor forma de coordenar e financiar a pesquisa cooperativa em saúde entre as duas regiões. Um aspecto fundamental do projeto é a articulação e coordenação de duas áreas políticas importantes com uma forte participação no financiamento da pesquisa em saúde: políticas de Ciência e Tecnologia para pesquisa e cooperação internacional para o desenvolvimento.

O projeto tem duração prevista de cinco anos e é levado a cabo por um consórcio de entidades de diferentes países: Alemanha, Argentina, Brasil, Costa Rica, Espanha, México/Suíça e Itália.

 

Governança global em saúde

A Fiocruz coordena o projeto Governança Global em Saúde, uma parceria que envolve o periódico científico The Lancet e a Universidade de Oslo, na Noruega. O objetivo é examinar aspectos de governança, em nível global e nacional, nas áreas de educação, segurança, comércio, agricultura, migração e ambiente e os impactos diretos que geram sobre a saúde.

Leia mais na página do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris)

Voltar ao topoVoltar