Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Foram desenvolvidos testes rápidos para diagnosticar zika?

6793
6793
Imagem de topo da página, escrito 'vírus zika: perguntas e respostas', com pequenos desenhos de partes do corpo

Foram desenvolvidos testes rápidos para diagnosticar zika?

26/12/2019
Compartilhar:

Durante a epidemia de zika em 2016, o Ministério da Saúde distribuiu 500 mil testes para o diagnóstico da doença, permitindo que os laboratórios públicos ampliassem em 20 vezes a capacidade de realização de exames, passando para 20 mil diagnósticos mensais. Até o dia 16 de fevereiro de 2016, 200 mil já haviam sido encaminhados para unidades de saúde. Em Julho de 2017, iniciou a implantação do Kit molecular ZDC fornecido por Bio-Manguinhos, um teste molecular multiplex para detecção de Zika, dengue e chikungunya, utilizando a metodologia de PCR em tempo real, na rede de laboratórios centrais vinculado à Coordenação-Geral de Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB). O kit ZDC funciona de maneira complementar aos testes sorológicos, que precisam de um período de aproximadamente 7 dias após o início dos sintomas para entregar um resultado positivo. O uso de métodos moleculares tem sido apontado como uma das principais ferramentas para o diagnóstico devido a sua alta sensibilidade e especificidade, diminuindo assim o risco de resultados falso-positivos ou falso-negativos e também por sua importância nos estudos epidemiológicos para o entendimento da distribuição da infecção dentro das populações.

 

Fonte: Revista Radis nº162 - Ensp/Fiocruz (março/2016), Bio-Manguinhos/Fiocruz

 

13/04/2016 - O Ministério da Saúde anunciou que distribuiria 500 mil testes para o diagnóstico da zika: 250 mil em fevereiro e outros 250 mil a partir do segundo semestre de 2016. Com isso, os laboratórios públicos ampliariam em 20 vezes a capacidade de realização de exames, passando de mil para 20 mil mensais. Até o dia 16 de fevereiro de 2016, 200 mil já haviam sido encaminhados para unidades de saúde. A previsão é de que o teste PCR (de biologia molecular) esteja disponível para todas as gestantes com suspeita da doença, óbitos suspeitos e pacientes internados com manifestação neurológica em unidades sentinelas com suspeita de infecção viral prévia (zika, dengue e chikungunya). A coleta das amostras deve ser realizada no primeiro atendimento realizado nas Unidades de Pronto Atendimento, Unidades Básicas de Saúde e hospitais do SUS. Essas amostras devem ser encaminhadas aos Laboratórios de Referência Estadual ou ao Laboratório de Referência Nacional. Mais em http://goo.gl/1fW8Kp

 

Fonte: Revista Radis nº162 - Ensp/Fiocruz (março/2016)

 

Perguntas relacionadas

Imagem de topo da página, escrito 'vírus zika: perguntas e respostas', com pequenos desenhos de partes do corpo
Imagem Fale Conosco
Ainda com dúvidas? Mande sua pergunta!
Imagem Artigos científicos Zotero
Acesse no Zotero referências bibliográficas
Mapa mundi com indicações dos países que ocorrem cada uma das doenças
Transmitidas pelo mesmo vetor - o mosquito Aedes aegypti -, as três doenças apresentam sintomas parecidos, mas também sinais que as diferenciam. Entenda

Voltar ao topoVoltar