Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

14/11/2019

Seminário discute gestão de riscos das mudanças climáticas para a saúde urbana


Por: Lucas Rocha (IOC/Fiocruz)

A mudança do clima pode ser um fator agravante para a saúde da população urbana. Para promover o diálogo entre especialistas e autoridades de saúde sobre as últimas descobertas científicas sobre o tema, a Rede de Pesquisas em Mudanças Climáticas Urbanas (UCCRN, na sigla em inglês) realiza, nos dias 25 e 26 de novembro, o seminário Gestão do Risco da Mudança do Clima para a Saúde Urbana – Construindo Cidades Resilientes. A iniciativa destaca os principais desafios e potenciais das cidades para integrar ações de adaptação às alterações climáticas e mitigação das emissões de gases contribuintes para o efeito estufa. As atividades acontecem no campus da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro (Av. Brasil, 4.365, Manguinhos). A participação é gratuita.

No encontro, serão apresentados resultados do Segundo Relatório de Pesquisa em Mudança do Clima e Cidade. O material publicado pela Cambridge University Press (CUP), em 2018, reúne dados atualizados sobre os impactos das mudanças climáticas para as cidades e as medidas que podem ser adotadas para enfrentar o fenômeno.

O evento também fomenta a discussão de projetos de pesquisa que contribuam para fortalecer e integrar a pesquisa em mudança do clima e cidade na América Latina, com destaque para o planejamento e implantação de estratégias de resposta aos riscos climáticos das cidades da região.

Sobre a rede

A Rede de Pesquisas em Mudanças Climáticas Urbanas opera desde outubro de 2015. O Núcleo Latino Americano do grupo tem sede no Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), sendo liderado pelo IOC em parceria com o Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas da Coppe-UFRJ (Centro Clima/Coppe-UFRJ).
 

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar