Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

RENASF divulga nota de apoio aos profissionais de saúde e sociedade brasileira


19/04/2020

Compartilhar:

A Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família (RENASF) e o seu Programa de Pós-graduação em Saúde da Família (PPSF), entende que vivemos um grande desafio, disparado pela chegada da Covid-19 no Brasil. Uma pandemia nos desafia a resistir pela vida. O combate se dá em várias dimensões, técnico-científico, social, político e econômico. Sentimos e somos trabalhadores da saúde a medida que somos pesquisadores, docentes, e profissionais da saúde atuantes e defensores do nosso Sistema de Único de Saúde (SUS), a grande referência de cuidado para nossa população.

O novo coronavírus coloca em evidência todos aqueles locais que não conseguem desenvolver um sistema universal de saúde. Assim, os trabalhadores da Atenção Primária em Saúde (APS) do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro tomam lugar de destaque em seus territórios.

O movimento de territorialização, tão caro as equipes da APS, sobretudo para dar sentido a Estratégia Saúde da Família (ESF), consegue auscultar os diferentes sentidos da população. A organização dos territórios envolve uma dimensão física e subjetiva, material e imaterial muitas vezes não reconhecida. 


São os profissionais que compõem equipes Estratégia Saúde da Família (EqSF) e Núcleos Ampliados de Saúde da Família (NASF), articulados na diversidade de redes de atenção, que seguem realizando o cuidado como tecido para uma atenção integral. 

São os profissionais de saúde da família, que de forma imperativa, sempre imprimiram esforços para reconhecer as necessidades e demandas singulares que a heterogeneidade dos territórios carregam em si. 

Estes são sensíveis a importância da comunicação com diferentes atores e políticas, assim como, com o reconhecimento dos pontos fixos e dos fluxos que apoiam o cuidado nesse diverso campo. 

Por isso hoje, diante da pandemia e do constituído por reconhecimento a tantos territórios, conhecer para cuidar melhor não é chavão, sempre foi premissa. Acrescente-se, o sentir, pois com as aproximações, a vida em comunidade dos trabalhadores vai sendo atravessada e estes, tomam a consciência de que, qualquer superação só é possível pela via do coletivo, com práticas colaborativas, solidárias e equânimes. 

Ressaltamos, a observância às condições de trabalho as quais os profissionais se encontram. A época amplia a exposição aos riscos biológicos, psíquicos e sociais. A contaminação dos profissionais na APS pelo 
novo coronavírus é real, reflete historicamente a fragilidade na proteção da saúde dos trabalhadores da saúde.

Com reafirmação de NENHUM a MENOS e portanto, PACS, ESF e NASF juntos garantirão ações fortalecedoras da APS, plasmadas numa realidade cotidiana, garantindo o diálogo entre os saberes formais e informais, técnico, científico, e popular. 

Sigamos em defesa da VIDA, de vidas que teimam em revelar a importância de um sistema único de saúde, em que o cuidado comum entre os diversos atores (gestores, usuários, profissionais, trabalhadores da saúde,
pesquisadores, docentes, conselheiros entre outros) consegue imprimir, nos territórios, ações capazes de alcançar vozes inaudíveis e povos invisibilizados historicamente.

Construímos o SUS, somos SUS, iremos resistir e ficaremos até o final com todos! Reconhecemos e reafirmamos saúde é democracia. Democracia é saúde.

Desta feita, declaramos nosso apoio absoluto aos profissionais de saúde e a toda sociedade brasileira. 

 


Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família Programa de Pós-graduação em Saúde da Família

Voltar ao topoVoltar