Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Parceria contribui para descoberta de medicamentos contra malária cerebral


29/05/2013

Compartilhar:

A Fiocruz desenvolve um projeto que busca identificar os mecanismos de dano vascular no cérebro infectado por malária cerebral. Para falar sobre a iniciativa, o pesquisador do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) Leonardo Carvalho, que está à frente do trabalho, concedeu entrevista ao Crisinforma - boletim do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz.

A iniciativa pode salvar milhares de vidas, já que, segundo o pesquisador, a enfermidade mata mais de um milhão de pessoas no mundo anualmente. Na entrevista, Leonardo ainda mostra de que forma o projeto, denominado Reposição de Óxido Nítrico e Detoxificação de Heme como Terapias Adjuvantes para Malária Cerebral, tem sido conduzido.

A Fiocruz desenvolve uma série de ações de cooperação com institutos de pesquisa americanos. E esta é uma delas, feita entre IOC/Fiocruz, o Centro de Pesquisas em Malária (Center for Malaria Research, em inglês) do Instituto de Bioengenharia La Jolla (La Jolla Bioengineering Institute, LJBI) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O estudo é financiado pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (National Institute of Allergy and Infectious Diseases, Niaid) dos Institutos Nacionais de Saúde (National Institutes of Health, NIH).

Leia a íntegra da entrevista na Agência Fiocruz de Notícias.

Voltar ao topoVoltar