Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

Obsma realiza oficinas pedagógicas para professores no Ceará

16/01/2020

Compartilhar:

Professores da Rede Estadual do Ensino do Ceará e da Rede Municipal de Educação do Eusébio participaram, nesta quinta-feira (16/01), da oficina pedagógica preparatória para a Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma). A iniciativa acontece até esta sexta-feira (17/01), na sede da Fiocruz Ceará, localizada no município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Promovida pela Fundação Oswaldo Cruz, por meio da Vice-Presidência de Ensino, Comunicação e Informação da Fiocruz, a Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma) é um projeto educacional, bienal, voltado para alunos da educação básica, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental (2º segmento) e do Ensino Médio, incluindo a Educação de Jovens e Adultos.

A Obsma está presente em todos os estados brasileiros por meio de seis coordenações regionais. As oficinas funcionam como canal de diálogo com professores e escolas de todo o país, com interesse em abordar temas relacionados à saúde, ciências e meio ambiente em sala de aula, por meio de projetos e ciências ou produções de texto e de áudio.

Durante o encontro, professores conhecem novas metodologias e abordagens pedagógicas que permitam a transversalidade e o diálogo sobre os temas. O objetivo é fortalecer nos estudantes o desejo de pesquisar e realizar trabalhos que contribuam para a melhoria das condições ambientais e de saúde do lugar que vivem.

“As oficinas preparatórias são para os professores do ensino médio e fundamental II que irão desenvolver os projetos com seus alunos. A nossa ideia é investir no município do Eusébio e aproximar a saúde do ambiente, entender essa relação e trabalhar a sustentabilidade no território”, explicou a pesquisadora da Área de Saúde e Ambiente da Fiocruz Ceará, Ângela Ostritz.

As palestras desta quinta-feira foram ministradas pela coordenadora Executiva da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente, Inez Sodré, da Fiocruz do Rio de Janeiro, que fez uma apresentação sobre a Olimpíada; Zulma Medeiros, Coordenadora Regional Nordeste I da Obsma e pesquisadora da Fiocruz de Pernambuco, que falou sobre os novos desafios sobre educação básica e por Wagner Nagib, especialista em Educação Multimídia da Fiocruz-Paraná.

Também participaram da abertura do encontro, Luis Fernando Pessoa, Coordenador Adjunto da Regional Nordeste I da Olimpíada, analista da Fiocruz Ceará e o pesquisador da Área de Saúde e Ambiente da Fiocruz Ceará, José Luis Passos Cordeiro.

 

 

Voltar ao topoVoltar