Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Memórias do IOC lança edição e informa sobre aceleração de publicações sobre zika


10/03/2016

Fonte: IOC/Fiocruz

Compartilhar:

A revista ‘Memórias do Instituto Oswaldo Cruz’ disponibiliza uma via rápida, denominada de ‘Zika Fast Track’, para publicação de artigos relacionados ao vírus zika e às prováveis associações com malformações congênitas e síndromes neurológicas. Os estudos sobre o tema submetidos à publicação serão divulgados online em um prazo de 24 horas. Para orientar os leitores, nos artigos publicados neste sistema, será apontado que o processo de revisão por pares está em andamento. Os procedimentos para submissão dos artigos não serão alterados.

“A decisão editorial de acelerar a publicação de pesquisas sobre o vírus Zika foi tomada considerando o compromisso de difusão rápida de informações científicas ligadas à emergência de saúde pública de interesse internacional, declarada pela Organização Mundial da Saúde”, pontua Claude Pirmez, uma das editoras do periódico. Fundada em 1909, a revista ‘Memórias’ possui gratuidade dupla, tanto para acesso quanto para publicação. Clique aqui para acessar os artigos publicados na seção ‘Zika Fast Track’.

A edição mais recente da publicação divulga dois estudos que apontam inovações metodológicas. Um artigo do Instituto Nacional de Saúde da Colômbia apresenta uma técnica para a detecção de mutações genéticas ligadas à resistência dos micro-organismos causadores da tuberculose a medicamentos. De acordo com os autores, o desenvolvimento de métodos rápidos e de baixo custo para identificar esse tipo de mutação no Mycobacterium tuberculosis é um dos maiores desafios para o enfrentamento da doença. O método molecular desenvolvido pelo grupo apresenta entre 90% e 100% de sensibilidade e especificidade. Em outro trabalho, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto Adolfo Lutz comparam um método ‘in house’ baseado na técnica de PCR em tempo real com exames comerciais disponíveis para a quantificação da carga viral em amostras de pacientes com hepatite B. A pesquisa mostra que o método padronizado pelos cientistas apresenta taxas de sucesso consideradas excelentes.

Na seção Anúncios do Genoma, são apresentados os sequenciamentos genéticos completos de uma superbactéria isolada na Índia e de uma linhagem do sorotipo 4 do vírus da dengue detectada em Manaus. Realizado por cientistas do Instituto de Pesquisa e Educação Dr. M.G.R., na Índia, o sequenciamento do DNA da bactéria Klebsiella pneumoniae U25 identifica genes ligados à resistência a antibióticos e apresenta o primeiro genoma completo de um micro-organismo desta espécie isolado na região de Chennai. Já a pesquisa sobre o vírus da dengue descreve o sequenciamento do RNA viral realizado diretamente a partir da amostra de soro de um paciente. O estudo, que identificou variações genéticas em duas regiões do genoma do patógeno, foi conduzido por pesquisadores do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazonas) e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Ao todo, dez artigos são apresentados na publicação, incluindo pesquisas sobre esquistossomose, hanseníase e HPV, entre outros temas.

A revista ‘Memórias do Instituto Oswaldo Cruz’ pode ser acessada gratuitamente online.

 

Voltar ao topoVoltar