Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

23/03/2018

Lancet HIV destaca os resultados do PrEP Brasil


Por: Juana Portugal (INI/Fiocruz)

O PrEP Brasil, estudo de demonstração do uso da Profilaxia Pré Exposição ao HIV (PrEP), coordenado pela pesquisadora Beatriz Grinsztejn, Chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em DST e AIDS do Instituto Nacional de Infectologia (INI/Fiocruz), foi tema de editorial e artigo publicados em fevereiro em um dos mais prestigiosos periódicos científicos internacionais, o Lancet HIV. O editorial ¡PrEP Ya! Latin America wants PrEP, and Brazil leads the way, assinado por Jerome Galea (Harvard), Ricardo Baruch (Instituto Nacional de Salud Pública/México) e Brandon Brown (Universidade da Califórnia), destaca o impacto do estudo, marco na trajetória pioneira e bem sucedida do Brasil no tratamento e prevenção do HIV na América Latina. Os resultados são apresentados em detalhe no artigo Retention, engagement, and adherence to pre-exposure prophylaxis for men who have sex with men and transgender women in PrEP Brasil: 48 week results of a demonstration study, assinado por Beatriz e pelos integrantes da equipe que participou do projeto.

O PrEP Brasil acompanhou 450 voluntários, durante 48 semanas, e teve como foco homens que fazem sexo com homens, travestis e mulheres transexuais em situação de vulnerabilidade ao HIV. Os participantes receberam um comprimido por dia de emtricitabina+ tenofovir, distribuído nas condições cotidianas do Sistema Único de Saúde (SUS), e foram acompanhados para avaliação da adesão ao tratamento, tendências do comportamento sexual, incidência do HIV, doenças sexualmente transmissíveis e uso de drogas. Ao final deste período ficou demonstrada a efetividade dessa estratégia de prevenção no contexto do SUS, destacando-se a boa adesão por parte dos voluntários. Os resultados do PrEP Brasil contribuíram significativamente para a incorporação de PrEP como uma política pública no SUS.

No editorial fica registrada a esperança de que o PrEP Brasil seja um divisor de águas na região e inspire os demais países a incorporarem essa estratégia de prevenção para as populações mais vulneráveis a adquirirem o HIV. Atualmente três países da América Latina e Caribe estão implantando estudos demonstração e outros sete estão na fase de planejamento.

A PrEP
Cartilha com a frase um comprimido pode prevenir o HIV Aids
A Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) ao vírus da imunodficiência humana (HIV) é uma estratégia de prevenção que consiste no uso diário de um medicamento antirretroviral por pessoas não infectadas pelo HIV. Seu uso correto reduz em mais de 90% o risco de aquisição da infecção. O Brasil é pioneiro na América Latina e Caribe ao adotar a PrEP como política pública.

A partir de 2018 a estratégia é objeto de um novo estudo que acompanha a implementação da PrEP no Brasil e o desenvolvimento de estudos demonstração no México e no Peru, o ImPrEP. Financiado pela UNITAID e apoiado pela Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec) da Fiocruz, o Projeto para Implementação da Profilaxia Pré-exposição ao HIV no Brasil, no México e no Peru (ImPrEP) terá duração de três anos, beneficiando 7.500 homens que fazem sexo com homens, travestis e mulheres transexuais e será realizado por um consórcio constituído por centros de pesquisa e Ministérios da Saúde dos três países participantes. Além de ampliar o acesso à PreP, o projeto propiciará também a ampliação do diagnóstico da infecção pelo HIV, Hepatites B e C, Sífilis, HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis e fornecerá informações para aperfeiçoar a implementação da PrEP como política pública.

The Lancet

Fundado em 1823 pelo médico inglês Thomas Wakley (1795 - 1862), o periódico científico The Lancet começou como um jornal internacional independente sobre medicina em geral. Criado com o objetivo de tornar a ciência acessível, a publicação cresceu ao longo do tempo e se transformou em uma família de periódicos que abrange os seguintes temas: Saúde Infantil e Adolescente, Diabetes e Endocrinologia, Gastroenterologia e Hepatologia, Saúde Global, Hematologia, HIV, Doenças Infecciosas, Neurologia, Oncologia, Saúde Planetária, Psiquiatria, Saúde Pública e Medicina Respiratória.

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar