Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Lançamento aborda plantas medicinais que ainda não constam na Farmacopeia Brasileira

20/12/2022

Anna Bustamante*/Editora Fiocruz

Compartilhar:

O segundo volume de Monografias de Plantas Medicinais Brasileiras e Aclimatadas contempla monografias completas de 11 plantas medicinais que ainda não constam nas publicações da Farmacopeia Brasileira. O novo título da Editora Fiocruz, em parceria com a ABIFISA ― Associação Brasileira das Empresas do Setor Fitoterápico, Suplemento Alimentar e de Promoção da Saúde, está disponível, em acesso aberto no formato digital, por meio da plataforma SciELO Livros. 

Escrita pelo professor Benjamin Gilbert e sua equipe, o farmacêutico Lúcio Ferreira Alves e a pesquisadora Rita de Fátima Favoreto, a obra aborda o uso das plantas medicinais em nosso país desde a exploração do pau-brasil, passando pelos relatos sobre os viajantes e naturalistas do século XVI ao XIX, considerados precursores da ciência nacional, principalmente nas áreas química e farmacêutica. “Outros temas como a nossa biodiversidade, o desenvolvimento da ciência no Brasil, a pesquisa em fitoquímica no país e a pesquisa de plantas medicinais no Brasil até 2010, todos amparados em dados fidedignos, tornam essa tese uma verdadeira enciclopédia, não podendo faltar na biblioteca dos pesquisadores que atuam nas áreas relacionadas”, comenta Alaíde Braga de Oliveira, farmacêutica e professora emérita da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no prefácio do livro. 

Ainda há poucas monografias publicadas sobre as plantas medicinais brasileiras, nativas ou exóticas adaptadas. Em 12 capítulos, este segundo volume apresenta 11 plantas medicinais amplamente empregadas no país, sendo apenas duas exóticas. Nenhuma dessas espécies possui monografia farmacopeica nas seis edições já publicadas da Farmacopeia Brasileira. Assim, é significativa a contribuição deste título para o desenvolvimento de fitoterápicos, importantes para a Atenção Primária à Saúde, principalmente quando se considera que 82% da população brasileira utiliza produtos à base de plantas medicinais. “Um aspecto  particular deste volume é a inclusão de relatos de pesquisas com variedades de algumas espécies vegetais  cujos  resultados,  algumas  vezes,  justificam  a  variação  dos  efeitos  de  alguns fitoterápicos”, acrescenta Alaíde Braga.

As duas outras monografias anteriormente publicadas pela Fiocruz, em parceria com ABIFISA, Coletânea Científica de Plantas de Uso Medicinal e Monografias de Plantas Medicinais Brasileiras e Aclimatadas, são oficializadas no Brasil para comprovação de segurança e eficácia de fitoterápicos, por meio da resolução de diretoria colegiada (RDC) n. 26/2014, norma que regulamenta o registro de fitoterápicos. “Esta nova publicação da Fiocruz deverá contribuir significativamente para a utilização das plantas medicinais nela listadas, assim como para o desenvolvimento da fitoterapia no Brasil”, conclui Ana Cecília Bezerra Carvalho, doutora em ciências da saúde e especialista em regulação e vigilância sanitária, na orelha do livro.   

Sobre os autores
Benjamin Gilbert é pós-doutor pela Wayne State University (1958), doutor em Química Orgânica pela Universidade de Bristol (1954), graduado em Química Orgânica pela Universidade de Bristol (1950), especialista de Pesquisa II da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), atuando principalmente na área de plantas medicinais, com ênfase em produtos naturais e ao combate de doenças endêmicas.

Lúcio Ferreira Alves é doutor em História da Ciência das Técnicas e Epistemologia (2010 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Filosofia (2002) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia (2005) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Também é graduado em Farmácia (1975) pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Atua principalmente nas seguintes áreas: plantas medicinais, fitoterapia, história da ciência e filosofia da ciência.

Rita de Fátima Favoreto é especialista em Biociências Aplicadas à Farmácia (1996), colaboradora na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), atuando principalmente na área de Química de Produtos Naturais, com ênfase em Plantas Medicinais.

Livro Monografias de Plantas Medicinais Brasileiras e Aclimatadas: Volume II
Editora Fiocruz
Primeira edição: 2022
291 páginas
Acesso aberto 

Estagiária de comunicação, sob supervisão da Assessoria de Comunicação da Editora Fiocruz

Voltar ao topoVoltar