Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Início do conteúdo

InfoGripe mostra alto número de casos e mortes por Covid-19


22/06/2020

Por: Regina Castro (CCS/Fiocruz)

Compartilhar:

Os novos dados do sistema InfoGripe mostram que na Semana Epidemiológica 24, referente ao período de 7 a 13 de junho, todas as regiões do país apresentaram números de casos e de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Covid-19 muito altos. Diante da heterogeneidade da disseminação da Covid-19 por todos os estados, o coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes, recomenda que sejam realizadas avaliações locais, uma vez que a situação dos grandes centros urbanos é potencialmente distinta da evolução no interior de cada estado. O pesquisador ressaltou que a situação das grandes regiões do país serve de base para análise de situação, mas não deve ser o único indicador para tomada de decisões locais, conforme explicitado em nota técnica elaborada pela Fiocruz.

Estima-se que, até o término da semana 24, ocorreram 210.767 casos de SRAG, podendo variar entre 200.482 e 229.995. Entre os positivos, 1,4% de influenza A, 0,7% de influenza B, 1,1% de vírus sincicial respiratório (VSR), e 94,7% de Sars-CoV-2 (Covid-19). No total foram reportados neste ano 181.863 casos, sendo 77.705 (42,7%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 54.927 (30,2%) negativos e cerca de 35.867 (19,7%) aguardando resultado laboratorial. As hospitalizações ou óbitos no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe - Sivep-gripe (até a semana 24), independentemente de sintomas, é de 265.843 casos, com estimativa atual de 315.799 [296.188 – 347.758].

“É importante destacar que, para fins de embasamento de ações relacionadas a distanciamento social, é fundamental analisar os presentes dados em conjunto com a taxa de ocupação de leitos das respectivas regionais de saúde, uma vez que o número de novos casos semanais de SRAG ainda se encontra elevado mesmo nos estados que apresentaram queda", afirmou Gomes. O coordenador do InfoGripe observou ainda que, do ponto de vista epidemiológico, a flexibilização das medidas de distanciamento social facilita a disseminação de vírus respiratórios e, portanto, podem levar a uma retomada do crescimento no número de novos casos.

Óbitos por SRAG no país

Em nível nacional, independentemente da presença de febre, houve uma ocorrência muito alta de óbitos notificados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Foram registrados 41.383, sendo 26.056 (63,0%) com resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 10.210 (24,7%) negativos e ao menos 2.326 (5,6%) aguardando resultado.

Quanto aos óbitos, o estudo mostra que ocorreram 37.986 óbitos de SRAG, podendo variar entre 36.257 e 40.693 até o término da semana 24. O coordenador do InfoGripe explicou que as informações sobre mortalidade têm sofrido alto impacto por conta de problemas que levam a atrasos na digitação.

"Esse fato afeta significativamente as análises para semanas recentes, em particular a qualidade do modelo de estimativa de casos recentes. Para análise de tendência, portanto, recomendamos focar nas curvas de casos de SRAG que tem menor impacto", afirmou.

Dentre os positivos, 0,5% de influenza A, 0,2% de influenza B, 0,1% de vírus sincicial respiratório (VSR), e 98,5% de Sars-CoV-2 (Covid-19). Considerando a presença de febre nos registros, conforme definição internacional de SRAG, o total de casos notificados foi de 31.341, com estimativa de 34.755 [33.186 – 37.044]. Para fins de comparação, o total de registros no em todo o ano de 2019 e 2016 foram de 3.811 e 4.785 óbitos, respectivamente. O total de registros de óbitos no Sivep-gripe, independentemente de sintomas, é de 65.205, com estimativa atual de 75.360 [71.032 – 82.106].

Mais em outros sítios da Fiocruz

Voltar ao topoVoltar