Serviços 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Fiocruz

Fundação Oswaldo Cruz uma instituição a serviço da vida

Início do conteúdo

Fiocruz lamenta a morte do ex-secretário de Saúde de PE, Cyro de Andrade Lima


25/07/2022

Agência Fiocruz de Notícias

Compartilhar:

A Presidência da Fiocruz lamenta profundamente o falecimento, no domingo (24/7), do médico gastroenterologista e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Cyro de Andrade Lima, aos 92 anos, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). Lima foi secretário de Saúde de 15 de março de 1987 a 1º de abril de 1990, no segundo mandato de Miguel Arraes à frente do governo de Pernambuco. Um grande parceiro da Fiocruz, ele deu um apoio decisivo para a consolidação do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva (Nesc) do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM/Fiocruz Pernambuco), que anos depois se tornaria o atual Departamento de Saúde Coletiva. Lima era considerado um grande humanista, uma pessoa bastante afável e cordial e foi um profissional profundamente comprometido com a ética médica e elogiado por todos que com ele conviveram. O velório e a missa de corpo presente ocorreram ontem (24/7), no Recife.

De acordo com o pesquisador e médico sanitarista Eduardo Freese, que foi o primeiro coordenador do Nesc e depois diretor da Fiocruz Pernambuco por dois mandatos, Cyro de Andrade Lima deu uma fundamental contribuição na criação do grupo de pesquisa que viria a se tornar o Núcleo, ainda na gestão de Sergio Arouca como presidente da Fiocruz. O Nesc, que em sua formação também recebeu apoio da Abrasco e do Cebes, iniciou suas atividades no Hospital Pedro II, o antigo hospital universitário, em área cedida por Lima durante sua gestão como secretário de Saúde. Ele também deu um forte apoio para o relançamento do curso de saúde pública da Fiocruz Pernambuco, que havia sido interrompido durante o regime militar.

Segundo Freese, ele também foi uma figura chave no desenvolvimento e no reforço ao SUS na capital pernambucana e no interior do estado. O médico era natural do Recife e formou-se em medicina pela UFPE em 1953. Além da capital, trabalhou nos municípios de São Lourenço da Mata e Vitória de Santo Antão.

Em 2010, nas comemorações dos 60 anos da Fiocruz Pernambuco, Lima esteve presente e recebeu homenagens. O médico era avô do atual prefeito do Recife, João Campos.

Voltar ao topoVoltar