Início do conteúdo

Fiocruz discute ciência da informação e análise de dados na saúde pública

04/06/2021

Javier Abi-Saab (Agência Fiocruz de Notícias)

Compartilhar:

Dados e informação são recursos fundamentais para pesquisadores e políticos interessados em aprimorar a base de evidências relativa a diferentes aspectos da saúde, em particular para conhecer o papel dos determinantes sociais da saúde e os efeitos das políticas sociais e ambientais sobre diferentes resultados em saúde. Para Luiz Augusto Galvão, quando o assunto são dados, está em jogo “a geração do conhecimento necessário para garantir a saúde da população brasileira e em última análise a melhoria do [Sistema Único de Saúde] SUS, incluindo a vigilância em saúde e a integração inter-setorial”. Considerando esta importância, a Fiocruz participará de um painel de discussão organizado pelo Desafio Trinity com a temática Oportunidades em ciência da informação e análise de dados em saúde pública.

O evento se propõe a direcionar o olhar sobre este tema na América Latina e no Brasil, e contará com a participação de Nísia Trindade, presidente da Fiocruz; Dame Sally, presidente do Trinity Challenge e ex-médica chefe da Inglaterra; e Evaldo Vilela, presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Brasil. 

Para Luiz Augusto Galvão, trata-se de um tema caro e tradicional para a Fiocruz assim como para a saúde pública em geral que ganha maior importância ao considerar o momento pandêmico e a região em questão. “As Américas foram a região mais afetada pela pandemia da Covid-19 e o trabalho analítico será fundamental para entender a dinâmica desse processo, permitindo orientar as políticas públicas e o arranjo institucional da governança para melhorar a resposta ou mesmo evitar algo semelhante no futuro”, afirmou Galvão.

O evento acontecerá na próxima segunda-feira (7/6), às 10h (horário de Brasília), na plataforma Zoom. Basta se inscrever aqui

Desafio Trinity

Trinity Challenge ou Desafio Trinity é uma coalizão de diversas instituições para promover a melhoria do uso de dados e análises para a nossa compreensão do comportamento humano em resposta às emergências em saúde. O foco são três atividades fundamentais: definir um novo desafio global em saúde; facilitar colaborações entre os membros da coalizão para melhorar os resultados e fortalecer a qualidade e disponibilidade de dados; e promover a análises e o ecossistema de aprendizagem para a saúde pública global.

Voltar ao topoVoltar